Main Slider

UBS em Cotia fica sem energia elétrica e prejudica vacinação contra a Covid-19

Unidade do Morro Grande deixou de aplicar as doses agendadas para às 9h da sexta-feira da semana passada, mas reabasteceu cerca de uma hora depois




Alana da Silva Ferreira levou seu filho de 17 anos na Unidade Básica de Saúde do Morro Grande, em Cotia, para receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Acontece que, chegando lá, por volta das 8h20 de sexta-feira (3), foi informada que a unidade ficou sem energia elétrica e que, por este motivo, a vacina não poderia ser aplicada naquele horário.

Segundo ela, a funcionária informou que não sabia da eficácia das vacinas por terem ficado armazenadas sem a temperatura recomendada.

Ainda de acordo com Alana, uma outra remessa chegou por volta das 10h e seu filho conseguiu ser imunizado. A moradora chegou a fazer uma reclamação na ouvidoria da saúde de Cotia (veja abaixo). 


A reportagem entrou em contato com a prefeitura para saber o tempo que a UBS ficou sem energia, na ocasião. Cotia e Cia também questionou quantas doses foram prejudicadas em razão do problema e o motivo de não ter gerador nas unidades. 

Após a publicação desta matéria, a prefeitura, em nota, disse que a falta de energia ocorreu no período noturno, "quando não há pessoal na unidade, logo, não sabemos dizer com exatidão o período".

Respondeu também que as vacinas não foram perdidas. "Quando ocorrem falhas elétricas ou qualquer outro evento que cause alteração na temperatura das vacinas de COVID, elas são recolhidas para análise e deliberação do PNI. Apenas o PNI é quem diz se as vacinas poderão ou não ser usadas. E no momento, aguardamos a deliberação do PNI", acrescentou. 

Sobre os geradores nas UBSs, a prefeitura disse que o município "estuda a possibilidade".

(ESSA REPORTAGEM FOI ATUALIZADA ÀS 16H22 DO DIA 10/09/2021 COM A NOTA DA PREFEITURA DE COTIA)