Main Slider

Vereadores de Cotia querem a inclusão de GCMs em programa que vai financiar casa própria

Programa de crédito imobiliário anunciado pelo Governo Federal vai financiar 100% do valor de imóveis para agentes da Segurança Pública, como policiais e bombeiros, mas GCM ficou de fora

Imagem: Reprodução / Caixa Notícias 


A Câmara Municipal de Cotia aprovou por unanimidade, na sessão desta terça-feira (22), uma moção de apoio à inclusão dos agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) em um programa de financiamento imobiliário da Caixa Econômica Federal.

O novo programa de crédito imobiliário, batizado de Habite Seguro e anunciado pelo Governo Federal, vai financiar 100% do valor de imóveis para agentes da Segurança Pública, como policiais e bombeiros. Mas GCMs ficaram de fora da iniciativa.

"Tendo em vista a importância das Guardas Municipais e dos serviços que prestam à população em geral, bem como, o fato de muitos guardas municipais residirem em locais perigosos e ainda, de tais profissionais, em sua maioria, receberem baixos salários, é que solicitamos a inclusão de tais profissionais neste programa, que muito os beneficiará", manifestaram os parlamentares.

A moção de apoio será encaminhada ao presidente Jair Bolsonaro e ao presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães.

Sobre o programa

A Caixa será responsável por oferecer um subsídio de R$ 13 mil para o pagamento de entrada no financiamento e despesas com cartório. O governo irá retirar esse valor do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP), vinculado ao Ministério da Justiça.

O Habite Seguro será destinado a profissionais que ganham até R$ 7 mil. O programa habitacional vai utilizar uma taxa de juros parecida com o Casa Verde e Amarela, que varia entre 4,75% e 7% ao ano, de acordo com a renda.