Main Slider

Netflix anuncia série com Elize Matsunaga, que esquartejou marido e deixou partes do corpo em Cotia

Estreia será no dia 8 de julho e traz depoimentos da ré, de familiares e colegas do ex-casal, além dos especialistas que acompanharam as investigações. “Ainda não sei dizer que tipo de emoção fez eu apertar aquele gatilho”


A Netflix anunciou nesta terça-feira (15) o lançamento da série documental Elize Matsunaga: Era Uma Vez Um Crime. A estreia será no dia 8 de julho e traz depoimentos da ré, familiares e colegas do ex-casal, além dos especialistas que acompanharam as investigações.

O crime aconteceu em maio de 2012 e ficou conhecido como “Caso Yoki” porque Marcos era presidente da empresa de alimentos no Brasil. Após esquartejar o então marido, Elize colocou as partes do corpo dele em três malas de viagem e as abandonou em Cotia. “Ainda não sei dizer que tipo de emoção fez eu apertar aquele gatilho”, revela ela no trailer da produção.

No vídeo liberado, Elize aparece revendo fotos do casamento e diz que o marido era muito carinhoso. “Eu gostava verdadeiramente de estar ao lado dele”, alega a assassina. Em outra passagem, ela declara que temia o companheiro. “Meu medo maior era quando ele falava que eu estava louca e que iria me internar”.

O documentário será lançado no dia 8 de julho e contará com oito episódios de 50 minutos, no qual serão explorados o passado de Elize, desde a sua infância no Paraná até o conturbado relacionamento que ela teve com o empresário.

Além disso, a série também vai mostrar em detalhes como o crime aconteceu, a tentativa de acobertamento e a prisão após o julgamento – que aconteceu em 2016 e terminou com a determinação de uma pena de 19 anos e 11 meses de prisão.