Main Slider

Unidade de saúde em Cotia é transformada pela segunda vez em centro de referência à Covid-19


Segundo anúncio do prefeito Rogério Franco, são 13 leitos destinados na UBS do Atalaia para pacientes infectados com a covid. Ao todo, a cidade tem hoje 71 leitos, 43 na rede municipal e 28 por meio de convênio na rede privada

UBS do Atalaia será o novo centro de combate ao coronavírus



Pela segunda vez na pandemia, a Unidade Básica de Saúde (UBS) do Atalaia, em Cotia, é transformada em um centro de referência para ajudar no enfrentamento à Covid-19. Em março do ano passado, a unidade já realizava esse atendimento específico. O anúncio foi feito na tarde desta quinta-feira (11) pelo prefeito Rogério Franco e pelo secretário de Saúde, Magno Sauter.

Segundo Franco, foram montados 13 leitos na UBS, totalizando 71 no município. “Com as mudanças que implantamos a partir de hoje, o município ficará com 71 leitos, sendo 30 com suporte respiratório. A situação é delicada. Vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para proteger a todos, mas, se puder, fique em casa”, disse.

Além da UBS do Atalaia, os outros prontos atendimentos da cidade também contam com suporte para atender pacientes infectados com a covid. São 48 leitos no total.

Pela rede privada, o município realizou um convênio com o Hospital São Camilo, na Granja Viana, com a contratação de 28 leitos, sendo dez deles de terapia intensiva. Segundo a Secretaria de Saúde, todos já estão lotados (confira mais informações aqui). 

Confira abaixo a estrutura do município

Nos três prontos atendimentos:

9 leitos vermelhos

21 leitos amarelos

13 leitos verdes

Hospital São Camilo

8 leitos com suporte ventilatório

20 leitos de enfermaria

Total de leitos: 71

Ocupação de leitos em Cotia:


Covid-19: nove pacientes em leitos municipais

Outras patologias: 6 pacientes

10 pacientes Covid-19 com suporte ventilatório no Hospital São Camilo

5 pacientes Covid-19 em leitos de enfermagem no Hospital São Camilo

Taxa de ocupação dos leitos em Cotia

37% de ocupação dos leitos da rede municipal (nos Pronto Atendimentos)

53% ocupação dos leitos do Hospital São Camilo

Taxa de ocupação por setor

44% leitos vermelhos (outras patologias – não Covid-19)

32% leitos amarelo/verde

100% leitos com suporte ventilatório no Hospital São Camilo

25% leitos de enfermaria no Hospital São Camilo


Os dados acima informados são referentes ao dia 10 de março até às 15h.