Main Slider

URGENTE: Cotia deve receber 2,6 mil doses de vacina contra a Covid-19 nesta terça-feira

Governo de SP informou que, ao todo, vai distribuir hoje 305 mil doses da CoronaVac para 26 cidades com mais de 30 mil habitantes e a dois grupos de vigilância epidemiológica regionais 



O governo de São Paulo disse que vai distribuir, nesta terça-feira (19), 2,6 mil doses da vacina CoronaVac para a cidade de Cotia. Ao todo, serão destinadas 305 mil doses para 28 locais das regiões da Grande São Paulo, Sorocaba, Baixada Santista e Vale do Paraíba. 

Ao Cotia e Cia, o prefeito Rogério Franco disse que o município, até a conclusão desta reportagem no início da tarde de hoje, ainda não havia recebido os imunizantes. 

A prefeitura já havia informado ao Cotia e Cia que só estava aguardando as doses chegarem para dar início ao cronograma de vacinação na cidade. 

Segundo o governo de São Paulo, as remessas de hoje destinam-se diretamente a 26 prefeituras de cidades com mais de 30 mil habitantes e a outros dois Grupos de Vigilância Epidemiológica (GVE) regionais que farão a subdivisão para cidades menores em suas áreas de atuação.

A vacina deverá ser aplicada em profissionais de saúde, idosos com mais de 60 anos e pessoas com deficiência vivendo em instituições de longa permanência, indígenas aldeados e quilombolas receberão as doses, com o apoio de equipes da atenção primária do SUS, segundo as estratégias adequadas ao cenário local.

"Estes públicos são prioritários considerando os critérios de exposição de infecção e risco para agravamento ou óbito pela doença. A inclusão de novos grupos populacionais será norteada pelo PNI (Programa Nacional de Imunizações), do Ministério da Saúde", explicou a Secretaria de Estado da Saúde. 

Ainda na região, Barueri deve receber 3,9 mil doses, Carapicuíba 3,2 mil, Embu 1,8 mil, Itapecerica da Serra 1,9 mil, Itapevi 2,2 mil, Jandira 1 mil, Osasco 7,9 mil. 

A divisão das grades, segundo o governo, foi baseada no quantitativo proporcional de vacinas previsto para São Paulo conforme o PNI. O total de 1,5 milhão de doses é a referência para trabalhadores de saúde baseado na última campanha de vacinação contra a gripe. Esta mesma referência é utilizada para cálculo das grades regionais e para cada cidade.

"A campanha de imunização contra a COVID-19 em São Paulo será desenvolvida segundo a disponibilidade das remessas do órgão federal. À medida que o Ministério da Saúde viabilizar mais doses, as novas etapas do cronograma e públicos-alvo da campanha de vacinação contra a COVID-19 serão divulgadas pelo Governo de São Paulo", concluiu a secretaria. 

"Estamos prontos"

Sem dar detalhes, o prefeito Rogério Franco anunciou em suas redes sociais, no domingo (17), que tudo estava pronto para iniciar a primeira fase da imunização contra a Covid-19 em Cotia. 

"Enfrentamos a pandemia, construímos o Hospital de Campanha, salvamos vidas e, hoje, celebramos a aprovação da vacina pela Anvisa. Em Cotia, estamos com tudo pronto para iniciar a primeira fase da imunização, protegendo os profissionais da saúde e os idosos. Uma nova história começa a ser escrita no dia de hoje”, escreveu.

O secretário municipal de Saúde, Dr. Magno Sauter, explicou ao Cotia e Cia que a cidade já estava com a logística da vacinação pronta desde dezembro do ano passado.

“Em dezembro, a gente já tinha logística para a vacinação contra a Covid-19. Tem várias questões, armazenamento, segurança, transporte ... agora, a gente está aguardando só uma definição [do governo de SP] de quantidade pra gente começar a vacinar os grupos prioritários e imunizar a nossa população”, explicou.