Main Slider

Programa que atende gestantes, ‘Mãe Cotiana’ está suspenso por tempo indeterminado

Após a publicação desta reportagem, a Secretaria de Desenvolvimento Social corrigiu um erro de comunicação e voltou a fazer o atendimento

Programa garante apoio médico e kit enxoval. Foto: Reprodução / Prefeitura de Cotia 

ATENÇÃO: ESSA REPORTAGEM FOI ATUALIZADA ÀS 16H40 DO DIA 15/01/2021. A SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL CORRIGIU UM ERRO DE COMUNICAÇÃO E VOLTOU A FAZER O ATENDIMENTO NO PROGRAMA. PARA SABER MAIS, LEIA AQUI NA ÍNTEGRA

=======================================================================

O programa social ‘Mãe Cotiana’, desenvolvido em parceria entre as secretarias de Desenvolvimento Social e de Saúde, está suspenso por tempo indeterminado. A informação foi confirmada pelo Cotia e Cia nesta sexta-feira (15) junto ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). Uma representante do órgão não soube informar o motivo.

As inscrições para o Mãe Cotiana, que tem como principal objetivo diminuir os índices de mortalidade infantil na cidade, devem ser feitas por um canal no WhatsApp. Mas ao mandar mensagem para se inscrever, vem a seguinte resposta automática: “informamos que no momento não estamos realizando inscrições para o Programa Mãe Cotiana. Fique atenta às publicações nas redes oficiais da prefeitura”. 

Mensagem recebida pelas mães 


Thainá Andrade está grávida de seis meses. Ela também tentou se inscrever no programa, mas não conseguiu. Foi informada pelo Cras que o Mãe Cotiana estava suspenso. Indignada, ela fez uma publicação em seu Facebook, que ganhou enorme repercussão nesta quinta-feira (14). A postagem foi vista, inclusive, pela primeira-dama e secretária de Desenvolvimento Social, Mara Franco. 

Mara mandou mensagem para Thainá. Diferentemente da informação passada pelo Cras e pelo WhatsApp, a secretária disse que o programa estava funcionando normalmente e passou um número para ela entrar em contato. Mas tratava-se do mesmo número que informou não estar realizando mais inscrições. 
Mensagem da secretária Mara Franco para Thainá 



Mas Thainá tentou contato novamente nesta sexta e, ao receber a mesma mensagem, disse que havia conversado com a secretária. Aí a conversa foi outra. O atendimento solicitou os dados de Thainá e já marcou o dia para ela comparecer ao Cras no próximo dia 20 para fazer o NIS (Número de Identificação Social) e, posteriormente, o cadastro no Mãe Cotiana. 

Após dizer que conversou com Mara, Thainá conseguiu agendar atendimento


“Isso só funcionou depois que eu fiz a publicação no Facebook que ganhou repercussão. Eu não acho isso certo. Mas agora eu só vou ter uma resposta concreta no dia 20. Porém, a Mara me passou que está funcionando [o programa], mas se está funcionando para mim, tem que funcionar para todas as mães”, disse Thainá. 

O Cotia e Cia entrou em contato com a Secretaria de Desenvolvimento Social, por meio da assessoria de imprensa da Prefeitura de Cotia, para saber o motivo da suspensão do programa. Solicitou, ainda, uma explicação da primeira-dama, Mara Franco, referente ao desencontro de informações sobre o cadastro. 

A reportagem também enviou o áudio da atendente do Cras afirmando que o ‘Mãe Cotiana’ estava suspenso por tempo indeterminado. Não houve retorno até o tempo estipulado para a conclusão desta reportagem. Caso haja retorno posterior à publicação, ele será acrescentado no texto. 

Sobre o programa 

Por meio do “Mãe Cotiana”, as gestantes recebem atendimento integral e prioritário até o bebê completar um ano de vida. O principal objetivo é reduzir a mortalidade infantil no município. 

O ‘Mãe Cotiana’ também garante apoio psicossocial à futura mãe com equipe multiprofissional durante a gestação, parto, pós-parto e para os cuidados com o bebê, incluindo a inserção em grupos de orientação para gestantes e de incentivo ao aleitamento materno. 

Gestantes que precisarem de transporte público para passarem em consultas médicas ou fazer exames, e até o bebê completar um ano de vida, têm gratuidade na passagem para estes deslocamentos nas linhas municipais.

Pelo programa, as mães também recebem um kit enxoval, que vem: Banheira, Body de bebê manga longa, Bolsa de maternidade, Culote de bebê, Manta Infantil, Conjunto de mamadeira, Toalha de banho, Kit refeição, Kit pente e escova infantil, Lenço umedecido, Macacão para bebê, Meia, Saída de maternidade, Fralda descartável, Creme protetor contra assadura, Lençol de berço, Sabonete líquido, Talco hidratante, Carrinho para bebê.