Main Slider

Hospital de Cotia só vai permitir acompanhantes para idosos, gestantes e crianças

Antes, era permitida a presença de acompanhantes para qualquer paciente internado na unidade, que é referência no combate à Covid-19.

Para os demais pacientes, será permitido somente o uso de celulares. Foto: Reprodução


O Hospital Regional de Cotia (HRC) começou, nesta semana, a permitir somente a entrada de acompanhantes para idosos, gestantes, crianças e pessoas com deficiência. Para os demais pacientes, é permitida somente a presença de aparelhos celulares para facilitar a comunicação com os familiares.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, para encaminhamento de boletim médico aos familiares, o paciente realiza o preenchimento do Termo de Responsabilidade no qual informam os dados para que a unidade retorne o contato e mantenha as atualizações sobre os quadros clínicos. 

"Deste modo, a unidade envia boletins diários com atualizações por meio de ligações ou mensagens. Caso haja alguma dificuldade de contato há também um serviço de apoio à família para auxiliar a comunicação", disse a secretaria em nota.

Mas a realidade da unidade hospitalar era outra, pelo menos até a primeira semana de janeiro, quando não havia restrições. Qualquer paciente estava sendo acompanhado de perto por seus familiares, mesmo com o risco de contágio dentro do hospital, que é referência no combate ao novo coronavírus. 

O HRC transformou uma ala inteira em UTI para atender somente os infectados com a Covid-19. Esses pacientes ficam na ala F, isolados dos demais. Segundo informações de profissionais da saúde que trabalham na unidade, a ala da pediatria também seria readaptada para internar pessoas com sintomas da doença.