Main Slider

Estudantes e professores podem solicitar passe livre da EMTU

O benefício isenta alunos do ensino regular, técnico ou superior, do pagamento da tarifa em deslocamento intermunicipal entre casa e instituição de ensino.

Após cadastro, benefício é liberado em até 20 dias. Foto: Reprodução 


Estudantes e professores já podem preencher os formulários para requisição ou revalidação do Passe Livre e Meia Tarifa de 2021 da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos). Basta preencher os dados no site da companhia. A isenção total vale somente para usuários que tenham renda familiar per capita inferior a um salário mínimo e meio. 

O estudante que não tiver direito à gratuidade total pode solicitar a Meia Tarifa, que concede desconto de 50% no pagamento da passagem. Já o professor pode requisitar a Meia Tarifa se residir em um município e lecionar em outro da mesma região metropolitana. 

O benefício isenta alunos do ensino regular, técnico ou superior, do pagamento da tarifa em deslocamento intermunicipal entre casa e instituição de ensino. 

Inicialmente, a solicitação deve ser feita na instituição de ensino, que realiza o cadastro do usuário no site da EMTU. O benefício é liberado após análise do trajeto e documentação, além do pagamento de taxa de R$ 23,45. 

“É importante que o estudante leia atentamente o regulamento do Passe Escolar disponível no portal e verifique se possui todos os documentos exigidos pela legislação. No momento do pedido online a documentação já deve ter sido digitalizada e estar pronta para o envio”, explica a EMTU. 

Se o processo for feito corretamente, o benefício é liberado em até 20 dias úteis, no caso de primeira solicitação. 

Foram emitidos pela EMTU/SP, no ano de 2020, cerca de 88,8 mil passes escolares nas cinco regiões metropolitanas do Estado (São Paulo, Baixada Santista, Campinas, Vale do Paraíba/Litoral Norte e Sorocaba), sendo 50,7 mil Passes Livres e 38,1 mil Meia Tarifas.