Main Slider

Covid-19: Cotia aplicou 1.281 doses de vacina em profissionais da saúde e idosos que vivem em instituições

Até o momento, a cidade recebeu 4.570 doses para serem aplicadas na primeira etapa; segundo a prefeitura, quantidade ainda não é suficiente para imunizar novos grupos prioritários  

Rogério Franco disse que o município deve receber em breve novos lotes. Foto: Prefeitura de Cotia


Profissionais da saúde e idosos que vivem em instituições de longa permanência em Cotia estão sendo vacinados desde quarta-feira da semana passada (20). 

Até às 20h desta quarta-feira (27), quando foi concluído o último relatório da Secretaria Municipal de Saúde, 1.281 doses já tinham sido aplicadas, segundo o prefeito Rogério Franco. 

A cidade recebeu, até o momento, dois lotes de vacinas. No dia 19/01, o governo de São Paulo destinou 2.600 doses da CoronaVac, do Instituto Butantan. Na terça-feira (26), chegaram 1.970 doses da vacina da da Fiocruz (Oxford/AstraZeneca). 

Mas, segundo a prefeitura, a quantidade de doses não é suficiente para que novos grupos prioritários já comecem a ser vacinados. Só de trabalhadores da saúde que estão na linha de frente contra a pandemia, são cerca de 5.500 que devem ser vacinados com duas doses do imunizante, segundo o governo municipal. 

"Todos os dias, falamos com autoridades do Estado para saber da previsão de novas remessas. Temos pressa e estamos ansiosos em receber as doses que faltam para concluir esse grupo e iniciar a imunização da população com mais de 75 anos. Tenho fé que nos próximos dias receberemos novos lotes para ampliar essa campanha tão importante", publicou Franco em suas redes sociais nesta sexta-feira (29). 

Os municípios estão seguindo o cronograma do Plano Nacional de Imunização estabelecido pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde. "Conforme novas doses forem enviadas para o município, a campanha de vacinação avançará para os idosos com idade a partir de 60 anos - que também serão divididos em grupos e atendidos à medida que mais doses forem enviadas para a cidade”, informou a Secretaria de Saúde de Cotia.