Main Slider

Cotia recebe 1.970 doses da vacina de Oxford

Distribuição do imunizante contra a Covid-19 vem sendo feita pelo governo de SP para todos os municípios do estado. Segundo a prefeitura, quantidade de vacina ainda não é suficiente para que novos grupos prioritários comecem a ser imunizados

Imunizante chegou hoje na Secretaria de Saúde de Cotia.
Foto: Alexandre Rezende


O município de Cotia recebeu nesta terça-feira (26) 1.970 doses da vacina da Fiocruz (Oxford/AstraZeneca). Mas segundo a prefeitura, a quantidade de doses não é suficiente para que novos grupos prioritários já comecem a ser vacinados. 

“Só de trabalhadores da saúde que estão na linha de frente contra a pandemia, cerca de 5.500 devem ser vacinados com duas doses do imunizante”, disse o governo municipal. 

A Secretaria de Saúde de Cotia informou que segue vacinando os trabalhadores da saúde que atuam na linha de frente contra a pandemia, além de idosos que vivem em Instituições de Longa Permanência. 

Os municípios, de acordo com a pasta, estão seguindo o cronograma do Plano Nacional de Imunização estabelecido pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde. 

“Conforme novas doses forem enviadas para o município, a campanha de vacinação avançará para os idosos com idade a partir de 60 anos - que também serão divididos em grupos e atendidos à medida que mais doses forem enviadas para a cidade”, informou a secretaria. 

Mais cedo, o prefeito Rogério Franco comemorou a chegada do novo lote. “Iniciamos o dia com uma ótima notícia! Cotia acaba de receber 1.970 doses da vacina contra a Covid-19. Desta vez, o lote é da Astra Zeneca / Fiocruz. Temos pressa para salvar vidas”, disse em suas redes sociais. 

A cidade começou a vacinação contra a Covid-19 exatamente há uma semana. Foram 2.600 doses da CoronaVac, produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. 

Os primeiros a receberem o imunizante foram os profissionais da saúde que trabalham na linha de frente contra o coronavírus, além de idosos que vivem nas Instituições de Longa Permanência. 

SOBRE A DISTRIBUIÇÃO DAS VACINAS 

O governo de São Paulo iniciou a distribuição de 501 mil doses do imunizante desde a manhã desta segunda-feira (25) aos Grupos de Vigilância Epidemiológica (GVE). Segundo o governo, as doses vão abastecer os 645 municípios do estado. 

Segundo o governo de São Paulo, as novas doses da vacina da Fiocruz foram viabilizadas pelo PNI (Programa Nacional de Imunizações), do Ministério da Saúde. Assim como nas grades anteriores, o governo informou que a divisão regionalizada é baseada no quantitativo proporcional de vacinas previsto para São Paulo conforme o PNI. 

“Neste primeiro momento, profissionais de saúde, idosos com mais de 60 anos e pessoas com deficiência com mais de 18 anos vivendo em instituições de longa permanência, indígenas aldeados e quilombolas receberão as doses, com o apoio de equipes da atenção primária do SUS, segundo as estratégias adequadas ao cenário local. A inclusão de novos grupos populacionais será norteada pelo PNI (Programa Nacional de Imunizações), do Ministério da Saúde”, informou o governo Doria. 

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS NO WHATS APP, CLIQUE AQUI.