Main Slider

Covid-19: Cotia e todo o Estado de SP passam para a fase vermelha entre Natal e Ano Novo

Medidas mais restritivas vigorarão nos dias 25, 26, 27 de dezembro e 1, 2 e 3 de janeiro.

Reprodução: Governo do Estado

Todo o Estado de São Paulo irá regredir para a fase vermelha, a mais restritiva do plano de contenção da pandemia do novo coronavírus. A medida foi anunciada nesta terça-feira (22/12) em coletiva de imprensa e vale para os dias 25, 26 e 27 de dezembro e 1, 2 e 3 de janeiro. 

Já nos dias 28,29,30 e 31 de dezembro o funcionamento se mantém como está hoje, com as restrições da fase amarela.

Na fase vermelha é permitido apenas os serviços considerados serviços essenciais como transporte, saúde, padarias, mercados e farmácias.

Reprodução/You Tube

Segundo o governo, nas últimas semanas houve aumento de 54% de casos, 34% de óbitos e 13% de internações em São Paulo. 

A secretária de desenvolvimento econômico Patrícia Ellen informou que a próxima reclassificação acontecerá apenas em 7 de janeiro e que nenhuma região irá avançar para fase verde do Plano São Paulo. "É muito importante que todos nós façamos a nossa parte e a gente precisa lembrar que não estamos no momento de festas nem de aglomerações. É nesses momentos que esse risco de descontrole da pandemia acontece e o mundo inteiro agora está aplicando medidas específicas nesse momento. São Paulo sempre se diferenciou do resto do Brasil por honrar o seu compromisso de tomar as decisões no momento necessário e é isso que estamos fazendo agora", disse.

O  coordenador executivo do Centro de Contingência da covid-19 em São Paulo, João Gabbardo, afirmou que a medida serve como um "sinal para a população" diante da gravidade do aumento do surto. "É um sinal para a população de que nós estamos em uma fase bastante preocupante em relação ao número de casos e temos que mostrar para a população que a recomendação é ficar em casa. Se deslocar o mínimo possível para as atividades essenciais", disse.


Matéria: Rudney Oliveira e Neto Rossi.