Main Slider

TRE cassa mandatos do prefeito de Cotia Rogério Franco e de seu vice Almir Rodrigues

Rogério Franco (PSD), candidato à reeleição, e Almir Rodrigues foram condenados por abuso de poder político e econômico na campanha eleitoral de 2016.


O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) determinou, em votação realizada na noite de quinta-feira (12), a cassação dos mandatos do prefeito de Cotia, Rogério Cardoso Franco (PSD), e do vice dele, Almir Rodrigues da Rocha, por abuso de poder político e econômico na campanha eleitoral de 2016.

Rogério Franco (PSD) é candidato a reeleição a cidade neste ano, ao lado de uma nova vice de chapa, Ângela Maluf (PV).

A cassação dos mandatos atuais ocorreu em votação realizada por modelo virtual e ocorreu por maioria de votos. Os juízes do TRE não mantiveram, porém, a inelegibilidade de ambos por 8 anos, que havia sido determinada pelo juiz de 1ª instância.

Cabe recurso da decisão para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A reportagem do G1 pediu a posição de Franco e da Rocha sobre a decisão, e aguarda retorno.

Em 2017, quando a Justiça Eleitoral anunciou a cassação do mandato de ambos pela primeira vez. Franco e Rodrigues negaram as acusações e afirmaram que continuariam nos cargos aguardando o julgamento de recursos que ingressaram contra a decisão.

Efeito na eleição de domingo (15)

Como os juízes não votaram pela inelegibilidade dos réus, a campanha para reeleição continua e o candidato está apto para ser votado. Apesar disso advogados da oposição entraram com o pedido de indeferimento da candidatura de Franco.

Ainda na noite de ontem Rogério Franco conseguiu na justiça uma liminar que proibia  que a oposição usasse o termo "cassado" para falar dele, porém, tal liminar foi derrubada na tarde desta sexta-feira (13).



*G1.