Main Slider

Empresa de plástico em Caucaia é lacrada após descumprimento de embargo

Vistoria constatou odor, contaminação do solo e utilização de produtos químicos contaminantes sem normativas e identificação ou autorização dos órgãos competentes; empresa já havia sido embargada pela Cetesb

Foto da empresa lacrada enviada ao Cotia e Cia 



Uma empresa de plástico localizada em Caucaia do Alto foi lacrada nesta quarta-feira (14) pela Secretaria de Indústria, Comércio e Empreendedorismo de Cotia. A operação contou com a participação da Polícia Civil de Barueri e de uma equipe da Guarda Ambiental de Cotia.

Segundo a secretaria, a empresa Fiber Light descumpriu um embargo da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) e continuou funcionando normalmente. 

De acordo com a pasta, uma vistoria realizada no local constatou odor, contaminação do solo e utilização de produtos químicos contaminantes sem normativas e identificação ou autorização dos órgãos competentes.

Ainda segundo a secretaria, foram feitas apreensões de equipamentos pela polícia e um funcionário presente foi conduzido à delegacia para elaboração de boletim de ocorrência.

Em nota, a Cetesb informou que a empresa teve interdição temporária expedida em fevereiro de 2019, após ter recebido uma advertência e três multas.

Após a interdição, o órgão ambiental disse que foram realizadas vistorias e ficou constatada a continuidade do funcionamento ilegal da empresa, com a retirada dos lacres. Em função do descumprimento da interdição, a Cetesb registrou três Boletins de Ocorrência na Polícia Civil, para as devidas providências.

Por Neto Rossi

(ESSA REPORTAGEM FOI ATUALIZADA ÀS 20H07 DO DIA 15/07/2021 COM A NOTA DA CETESB)