Main Slider

Fase de transição é prorrogada pela 3ª vez no estado de SP

Estado permanecerá na atual fase da quarentena, que autoriza lojas, shoppings, academias, salões de beleza e restaurantes a operar até 21h

Comércios seguirão com as regras atuais. Foto: Neto Rossi/ Cotia e Cia


O governo de São Paulo adiou pela terceira vez a liberação do funcionamento do comércio até as 22h, programada para ocorrer no início do próximo mês. A medida vem sendo postergada desde o final de maio pela gestão estadual e seguirá até o dia 15 de julho.

O estado, portanto, permanecerá na atual fase da quarentena, que autoriza lojas, shoppings, academias, salões de beleza e restaurantes a operar até 21h. A capacidade máxima de funcionamento do comércio, que também tinha a previsão de ser ampliada para 60%, seguirá em 40%.

Segundo o governador João Doria (PSDB), a decisão foi tomada conforme orientação do Centro de Contingência da Covid e ocorre em função do aumento no número de casos e mortes no estado.

"É uma informação de cautela e precaução. O governo do estado de São Paulo prorroga a fase de transição até o dia 15 de julho, com os mesmos horários de funcionamento das atividades econômicas que temos nesse momento", disse o governador, durante o anúncio na coletiva desta quarta-feira (23).