Main Slider

‘Palavras de um Girassol’: Cotiana mistura sentimentos e o dia a dia da humanidade em seu 1º livro de poesias


Juliana Fernandes escreve poesias desde a adolescência e revela que a arte já a curou de uma depressão

A poeta Juliana Fernandes, 37. Foto: Arquivo pessoal


A recepcionista Juliana Fernandes de Souza, de 37 anos, lançou nesta semana seu primeiro livro autoral de poesias, intitulado ‘Palavras de um Girassol’. Moradora de Cotia, as poesias da autora misturam, em essência, seus próprios sentimentos e o dia a dia da humanidade.

“Coloquei este nome [no livro] porque me considero um girassol, que é regado pelo sol e é transmissor de uma energia linda, ao mesmo tempo que é receptor desta mesma energia”, detalha.

Juliana escreve desde os 14 anos, mas sempre se considerou uma pessoa tímida e insegura. “Mas tudo se intensificou no ano de 2010, quando eu passei por uma depressão profunda após a perda da minha mãe”, conta.

E foi com a poesia que ela descobriu a fonte para solucionar o problema que vinha enfrentando e se curou da depressão. Além disso, percebeu que com as palavras conseguia traduzir o que havia de melhor nas pessoas.

“Sou extremamente tímida e quieta, mas, em contrapartida, muito observadora e sensível aos sentimentos humanos, e isto faz com que eu enxergue além de um corpo, eu consigo, sensivelmente, enxergar a alma.”

Com suas poesias, a autora já participou de outros livros, entre eles, ‘Poesia Livre’, O Amor e seus Predicados’ e também da ‘Coletânea Poeresia’.

Para adquirir Palavras de um Girassol, basta mandar uma mensagem pelo Instagram da autora, que está como @jupoetisa.

Por Neto Rossi