Main Slider

Mais de 30 mil alunos da rede municipal de Cotia ficam sem o kit merenda do mês de abril

 

Nova licitação não foi concluída em tempo, segundo a Secretaria de Educação; Rogério Franco disse que a entrega dos ovos de Páscoa, que serão doados juntamente com os kits, não é de obrigação da prefeitura


Última remessa dos alimentos foi entregue no dia 15 de março. Foto: Prefeitura de Cotia



Mais de 30 mil alunos da rede municipal de Cotia ficaram sem o kit merenda no mês de abril. É a primeira vez, desde março de 2020, quando os alimentos começaram a ser entregues, que o problema ocorre.

Segundo a Secretaria Municipal de Educação, o entrave para a aquisição das cestas aconteceu devido à nova licitação. A pasta explicou que se fez necessário um novo processo licitatório diante da impossibilidade de retomada das atividades presenciais na rede municipal, até o momento, por conta da pandemia da Covid-19.

Em live realizada na noite desta quinta-feira (29), o prefeito Rogério Franco também citou a ‘burocracia do sistema administrativo’ que impediu a conclusão do processo.

Franco também criticou a Rede Globo por ter repercutido o problema em reportagem que foi veiculada na semana passada. A emissora mostrou como a falta dos alimentos vem afetando diretamente famílias que necessitam do básico neste momento.

O kit merenda foi implantado pela administração municipal para auxiliar na alimentação dos alunos durante a pandemia. A última remessa foi entregue no dia 15 de março.

OVOS DE PÁSCOA NÃO É DE OBRIGAÇÃO DA PREFEITURA, DIZ FRANCO 

Juntamente com os kits, a prefeitura havia prometido entregar ovos de Páscoa para os alunos. Franco explicou que mais de 30 mil ovos de chocolate já foram arrecadados e estão em estoques. Ele disse que as unidades serão entregues com os alimentos assim que a administração finalizar o procedimento licitatório. O prefeito ressaltou, ainda, que não é obrigação da prefeitura entregar ovos de Páscoa.

“A prefeitura não tem obrigação de entregar ovos de Páscoa. Nós fazemos isso de coração. Nós guardamos esses ovos de páscoa nos nossos estoques. A hora que nós finalizarmos a licitação, que é o processo administrativo que nós temos que cumprir, conseguiremos entregar. Gente, não tem problema, se vai ser no mês de maio, mas nós vamos levar esses ovos de chocolate para as crianças”, explicou durante a live.