Main Slider

Ibiúna volta a fase vermelha nesta terça-feira (7)

Cidade faz parte da região de Sorocaba que regrediu para fase mais restritiva.

A cidade de Ibiúna recuará à fase vermelha (fase 1) do plano de flexibilização da economia, o Plano São Paulo. O anúncio foi feito na última sexta-feira (3) pelo prefeito João Mello, em boletim divulgado nas redes sociais. A medida acata determinação do governador João Doria que data do dia 19 de junho. Na ocasião, o chefe do Executivo paulista anunciou que toda a região de Sorocaba deve regredir da fase laranja (fase 2), menos restritiva, para a vermelha.

De nossa parte, tentamos manter a flexibilização, uma vez que conseguíamos bons resultados no índice de distanciamento social, além de termos uma estrutura preparada para o enfrentamento do Covid-19 – ”, afirma João Mello. “Porém, chegamos a um ponto em que temos de acatar a determinação do Estado, sob risco de o Município responder legalmente. Além disso, sempre deixamos muito claro que o maior compromisso do governo municipal, neste momento, é com a saúde e a vida dos ibiunenses”, pontua.

A fase vermelha é a mais rígida dentre as cinco etapas propostas no Plano São Paulo. Nela, somente estabelecimentos declarados essenciais – como supermercados, farmácias e postos de combustíveis – podem funcionar.

Segundo boletim epidemiologico divulgado nesta segunda-feira (6), Ibiúna tem 203 casos confirmados da doença e 21 mortes.


Confira como fica a situação de Ibiúna, a partir de terça-feira (7):


Funcionam todos os dias, com controle de acesso:
Farmácias, postos de combustíveis e padarias.


Funcionam de segunda a sábado, com controle de acesso e sem consumo no local:
Supermercados, açougues, peixarias, mercearias, oficinas mecânicas (para conserto, somente), Casas de Insumos e Equipamentos Agrícolas e borracharias.

Funcionam todos os dias, por meio de sistema DELIVERY (portas fechas, apenas entregas em domicílio):
Restaurantes, lanchonetes, pizzarias, padarias, casas de materiais para construção.

Feira Livre:
Às quintas e domingos pela manhã, apenas bancas de alimentos in natura. SEM CONSUMO NO LOCAL

Funcionam de segunda a sexta-feira, com balcão nas portas e controle de fila:
Casas de ração e lojas de autopeças.

Demais estabelecimentos e serviços considerados não essenciais por decretos Federal e Estadual:
Proibido atendimento ao público. Sujeito a sanções.

Postar um comentário

0 Comentários