Main Slider

São Paulo terá rodízio 24h e restrição por placa par e ímpar a partir de 2ª

O descumprimento do rodízio rende multa de R$ 130,16 e a perda de 4 pontos na CNH.


A Prefeitura de São Paulo informou nesta quinta-feira (7) que voltará com rodízio a partir da próxima segunda-feira (11). Porém a nova regra fará com que 50% dos veículos possam circular em um dia e os outros 50% em outro.

Os carros com placa final ímpar (1, 3, 5, 7 e 9) poderão circular nos dias ímpares e carros com placa final par (0,2,4,6,8) poderão circular nos dias pares. Vale ressaltar que o rodizio será 24 horas, antes o rodízio municipal era apenas em horários de pico. Outra mudança é que a medida vale para todo o território paulistano e não apenas no centro expandido de São Paulo. 

Com a decisão de estender o rodízio para toda a cidade os cotianos serão impactados, já que a partir do KM 20 da rodovia Raposo Tavares já é cidade de São Paulo.

O descumprimento do rodízio rende multa de R$ 130,16 ao infrator, além da perda de quatro pontos na sua CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Por enquanto não se sabe quanto tempo durará a nova determinação, mas a princípio nos meses com 31 dias como por exemplo 31 de maio, todos os veículos poderão circular.

Resumo da medida:
  • Rodízio de carros passa a valer a partir desta segunda (11) para toda a cidade e não apenas no centro expandido
  • Carros com placa final par (0, 2, 4, 6 e 8) só poderão circular nos dias da semana pares
  • Carros com placa final ímpar (1, 3, 5, 7 e 9) só poderão circular nos dias da semana ímpares
  • Medida vale durante as 24h do dia e inclui sábados e domingos
  • Táxis são isentos
  • Motoristas de aplicativos terão de rodar nos seus dias de placas, ou seja, par ou ímpar. O mesmo vale para funcionários de padarias, supermercados, pet shops, lotéricas, farmácias e demais funcionários de serviços comerciais
  • A exceção será concedida apenas aos profissionais de saúde (médicos, técnicos, enfermeiros, funcionários que trabalham em hospitais) e ao setor de abastecimento (energia, gás, água)
  • Veículos de imprensa são isentos desde que sejam cadastrados
  • Circulação de motos está liberada

Profissionais da saúde terão de se cadastrar para ter a liberação para circular pela cidade. Hospitais, clínicas e profissionais de saúde informaram a prefeitura sobre quais são seus profissionais. Também será possível fazer o cadastro por e-mail, isencao.covid19@prefeitura.sp.gov.br. O prazo para os profissionais cadastrarem-se será de dez dias. Nesse período, quem for multado poderá recorrer para anular.




*Informações: UOL e G1