Main Slider

Hospital de Campanha de Cotia registra 1ª morte

Moradora de Caucaia do Alto, Julieta Maria dos Santos de 82 anos ficou 5 dias internada no Centro de Combate ao Coronavírus de Cotia.

Arquivo Pessoal

O hospital de campanha de Cotia, localizado no antigo recinto de eventos da cidade registrou a primeira morte nesta quarta-feira (13). Segundo o jornalista José Rossi Neto do O Repórter Regional Julieta Maria dos Santos, faria 83 anos no próximo domingo (17), veio a óbito após ter ficado cinco dias internada na unidade.

Apesar do teste rápido para Covid-19 ter dado positivo a prefeitura trata o caso como suspeito " O teste rápido deu positivo, porém, este teste é triagem e não diagnóstico. Foi feita a coleta para o exame Swab, mas o resultado ainda não saiu. Com o resultado deste último, será possível confirmar ou descartar a causa da morte e entrará na estatística como 'confirmado" ou "descartado", por enquanto é "suspeito" informou.

O centro de Combate ao Coronavírus de Cotia tem ocupação de 60% segundo informações do prefeito da cidade Rogério Franco (PSD).

Julieta era moradora de Caucaia do Alto e deixou 7 filhos, 29 netos e 16 bisnetos. Ela foi internada na tenta na última sexta-feira (8) após não se sentir bem. Lá, ficou até ontem por volta das 20h quando veio a óbito.

Na memória da família, ficará a recordação de uma pessoa genuinamente religiosa, amorosa e querida por todos.

A mãe era uma pessoa muito boa. Sempre de bem com a vida e sempre em oração. Muito amada pela família toda. Ela sempre gostou da casinha dela [...] ela era muito religiosa, levantava de madrugada para fazer oração, ligava a tevê e ficava rezando. Na parte da tarde era a mesma coisa. Consigo até vê-la aqui na minha frente, com as mãos postas para cima e rezando. Ela rezava a missa inteira em pé, não se sentava. Eu até pedia para ela se sentar, mas ela gostava de ficar em pé”, relatou Maria Lúcia, filha de Julieta ao jornal O Reporter Regional.