Main Slider

Terapeutas de Cotia realizam atendimento de orientação psicológica gratuitamente

Devido a pandemia do Coronavírus e isolamento social terapeutas estão a disposição.


Profissionais do Espaço Vida que fica em Cotia estão realizando atendimento solidário por meio do telefone 11 97403-3440 para orientação psicológica neste momento de pandemia. A ação é gratuita e oferece o contato de 8 terapeutas. Veja abaixo.



Além disso o Espaço Vida ainda produziu um pequeno guia para passar pela pandemia, veja abaixo.

Preparado para as pessoas que apresentam medo e ansiedade com a crise do Coronavírus.

Preste atenção aos cuidados relacionado à prevenção da transmissão e tentar manter a calma. Perceba que a ansiedade pode se manifestar de várias formas:

  • Nervosismo, agitação, não conseguir pensar em outra coisa, necessidade de ver e ouvir constantemente informações sobre o coronavírus;
  • Dificuldade para realizar tarefas diárias;
  • Dificuldade para dormir, achar difícil controlar sua preocupação, alertar familiares sobre os graves perigos que ocorrem toda vez que saem de casa.


O que fazer neste momento?
  • Identifique os pensamentos que possam lhe causar mal-estar;
  • Pense que estes pensamentos podem causar aparecimento ou aumento do sintoma que vai ampliar o seu mal-estar emocional;
  • Permita que seus pensamentos, emoções e sensações físicas ligados à ansiedade lhe sobrevenham, aceitando a ansiedade como parte integrante da experiência humana;
  • Quando surgirem ondas de ansiedade por causa do vírus, observe e descreva a experiência para si mesmo ou para outras pessoas sem julgá-la. Reconhecer as suas emoções e aceite-as;
  • As ameaças à saúde despertam o medo que está por trás de todos os medos: o medo da morte. A ansiedade em relação à nossa saúde pode nos consumir e nos deixar obcecados por qualquer mínimo sinal de enfermidade. Então tente se conectar ao seu propósito de vida e às suas fontes de sentido – a espiritualidade, os seus relacionamentos ou uma causa a que se dedicar;
  • Conheça os fatos e dados confiáveis oferecidos pelos meios de comunicação e científicos. Para reduzir a ansiedade, recomendo limitar sua exposição a notícias sobre coronavírus a não mais de 30 minutos por dia. E lembre-se de que ficamos mais ansiosos quando confrontados com situações que não têm precedentes claros. A ansiedade, por sua vez, faz tudo parecer mais terrível;
  • Durante essas fases que costumam provocar ansiedade, é importante lembrar as estratégias de prevenção e redução de ansiedade testada e comprovada. Durma adequadamente, exercite-se regularmente, pratique meditação, aprecie a natureza e empregue técnicas de relaxamento quando estiver estressado;
  • Busque ajuda profissional se precisar (rede de Apoio, seu psicólogo ou terapeuta). As pessoas vulneráveis à ansiedade e a distúrbios relacionados podem achar a epidemia de coronavírus particularmente perturbadora. Conseqüentemente, podem experimentar sintomas de ansiedade que interferem no trabalho, nos relacionamentos íntimos, na vida social e no cuidado de si mesma e dos outros.
Texto por Luiza Silva

Postar um comentário

0 Comentários