Header Ads

Porteiro é morto em condomínio por ex GCM em Cotia

O suspeito já tinha histórico de reclamações no prédio onde moram a ex-mulher e as duas filhas.

Um porteiro de 30 anos foi baleado e morto na tarde da última segunda-feira (29), no interior do condomínio Residencial Santana II onde trabalhava em Cotia.


O suspeito de ter cometido o assassinato é um ex-GCM (Guarda Civil Metropolitano) do município, identificado como Moisés Gomes dos Santos, de 43 anos. Ele já tinha histórico de reclamações no prédio onde moram a ex-mulher e as duas filhas.

Depois que o homem provocou várias confusões no condomínio, o zelador Cícero Gabriel de Souza Nogueira começou a barrar a sua entrada no prédio e, por isso, o ex-GCM passou a ameaçá-lo. Com medo das ameaças, o zelador registrou boletim de ocorrência por agressão verbal, mas a situação ficou ainda pior.

As discussões continuaram e, por volta de 15h, o ex-GCM foi armado ao local e executou o zelador. Além de atirar em Nogueira, Santos disparou também contra o apartamento da síndica - que ficou com os vidros estilhaçados. A vítima chegou a ser socorrida ao Hospital Regional de Cotia pelo Corpo de Bombeiros, mas chegou sem vida. O autor fugiu em um Fox vermelho.

O caso foi registrado como homicídio qualificado na Delegacia de Cotia que prosseguirá com as investigações.

*R7
Imagens de tema por Ollustrator. Tecnologia do Blogger.