Main Slider

Empresário alvo de quadrilha relata tortura psicológica durante 8h de sequestro em Cotia

“Eles me tiraram do carro. Colocaram duas pessoas, uma de cada lado, no banco traseiro de um outro carro e colocaram um capuz na minha cabeça. Eles anunciaram que eram sequestradores especializados. Eles queriam acesso a todos os meus cartões de banco”


Imagens da Band


Um empresário de 45 anos foi vítima de um sequestro na manhã desta quinta-feira (4), em Cotia. Quatro homens fortemente armados o abordaram na Estrada do Capuava, no momento em que ele saía de casa para ir ao trabalho.

Eles me tiraram do carro. Colocaram duas pessoas, uma de cada lado, no banco traseiro de um outro carro e colocaram um capuz na minha cabeça. Eles anunciaram que eram sequestradores especializados. Eles queriam acesso a todos os meus cartões de banco”, disse em entrevista ao Brasil Urgente, da Band.

O sequestro foi por volta das 8h30 e só o liberaram cerca de oito horas depois, em uma estrada de terra. “Quando eu vi a arma apontada na minha cabeça, só me veio a imagem da minha esposa e dos meus filhos, na hora. Ao mesmo tempo, eu pensei: ‘não acredito que isso está acontecendo comigo’”, relatou.

Os bandidos, segundo a vítima, queriam todas as senhas de seus cartões, mas como ele não se recordava, começaram as ameaças psicológicas. “Eles falaram assim: ‘vou mandar subir aí o tiquinho que ele vai começar a cortar o seu dedo, ele vai também pegar uma espada, aí a gente vai passar para a segunda fase desse sequestro. Então, pensa direitinho e começa a passar essas senhas para mim.’”

Segundo ele, essa ação psicológica era constante. “Um deles virou e disse que queria ir na minha casa. Aí eu disse que morava em uma casa de condomínio. Eles perguntaram se lá tinham joias. Que eles não queriam outras coisas.”

Cotia e Cia entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo. Assim que o boletim de ocorrência for finalizado, atualizaremos essa reportagem com mais informações.