Main Slider

Homem que matou namorada na Granja Viana tinha passagem por violência doméstica

Ricardo Trindade matou a namorada e mais um policial na tarde desta segunda-feira (19), mas acabou sendo morto durante confronto com a polícia

Foto: Reprodução / TV Globo 


O homem que matou a namorada e depois morreu durante confronto com a polícia na segunda-feira (19), na Granja Viana, em Cotia, já tinha passagem por violência doméstica, de acordo com a Polícia Civil.

Segundo o portal G1, ele estava com uma pistola e uma carabina. O caso é investigado como feminicídio.

O atirador, Ricardo Trindade, 44, tinha passagem na polícia por agressão contra uma mulher na cidade de São Paulo. De acordo com o G1, a ocorrência foi registrada no dia 27 de julho de 2005 na 3ª Delegacia de Defesa da Mulher.

No episódio desta segunda-feira, Ricardo matou a namorada de 41 anos na Granja Viana. Policiais civis receberam uma denúncia de que ela estava mantida em cárcere privado.

Ricardo ainda matou um policial durante troca de tiros. Ao tentar fugir, ele acabou sendo morto pela polícia.

Outro policial também foi atingido pelos disparos e segue internado no Hospital Regional de Cotia.

Com Ricardo, os policiais apreenderam uma carabina calibre .22, uma pistola 9mm, um carregador e porções de maconha.