Main Slider

Doria suspende home office e servidores públicos do estado voltarão ao trabalho presencial

Os servidores estavam trabalhando em esquema de home office desde 15 de março de 2020 por causa da pandemia

Foto: Governo de SP 



O governador do estado de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quarta-feira (14) a suspensão do home office para os funcionários públicos do estado. Os servidores estavam trabalhando em esquema de home office desde 15 de março de 2020 por causa da pandemia.

De acordo com Doria, a decisão se pautou no avanço da vacinação e na esperança da redução de casos e mortes em um futuro próximo. A informação foi dada em coletiva de imprensa durante a liberação de doses da Coronavac ao Programa Nacional de Imunização (PNI).

Segundo o governador, a decisão vale para todos que estejam em condições físicas adequadas, mesmo os que ainda não tomaram a vacina contra a Covid-19.

"Os que não tomaram a vacina deverão apresentar a sua testagem e entrar dentro do programa de vacinação que está acelerado até o dia 20 de agosto a todos os brasileiros que residem em São Paulo em território paulista e até mesmo os estrangeiros. [Até 20 de agosto] já terão recebido pelo menos uma dose da vacina e completaram o seu processo vacinal gradualmente. A vida está retornando a normalidade e nós estamos confiantes", afirmou.
De acordo com o governo, serão implantados os procedimentos de segurança sanitária, como o uso de máscara, de álcool em gel e a medição de temperatura.