Main Slider

Faculdade Estácio de Cotia anuncia que vai encerrar atividades no 2º semestre

Comunicado foi veiculado na noite desta quarta-feira (19) por meio de um vídeo feito pelo gestor financeiro da instituição; abaixo-assinado virtual questiona falta de diálogo e diz que alunos foram pegos de surpresa



A Faculdade Estácio de Cotia vai encerrar as atividades a partir do segundo semestre deste ano. O comunicado foi veiculado na noite desta quarta-feira (19) por meio de um vídeo feito pelo gestor financeiro da faculdade. Segundo ele, o momento “que estamos passando no Brasil” é crítico e acabou afetando o mercado.

“Por essa razão, estamos hoje aqui reunidos para informar que optamos, após um período de análise e em virtude de um processo natural de reorganização das unidades que fazem parte da região de São Paulo, o encerramento do ciclo de atividades acadêmicas da Faculdade Estácio de Cotia a partir do segundo semestre de 2021”, declarou.

Após a veiculação do vídeo, um abaixo-assinado foi lançado na internet para tentar impedir que a instituição encerre as atividades. Segundo o documento virtual, o comunicado do gestor foi “repentino e com pouco embasamento” e também “não houve um diálogo prévio com os alunos, professores, coordenadores ou funcionários”.

“Os alunos, que em sua maioria mora em Cotia e região, estão totalmente desamparados, muitos não tem condições de migrar para outros campus (Carapicuíba, Liberdade, Interlagos, Santo Amaro), fizeram sua vida e planejamento baseados na localização do Campus Cotia, outros tem bolsas e descontos ou até mesmos contratos com programas que impedem a mudança de campus ou de período”, sustenta o documento que já conta com mais de 100 assinaturas (VEJA AQUI).

Segundo o representante de sala do 3° semestre do curso de Direito, Yuri Varelas, ao receber a informação sobre uma reunião, os alunos pensaram que seria uma aula para explicar algum conteúdo de prova ou algo do gênero. Mas quando abriram o link que foi enviado pelo coordenador do curso, viram que se tratava de uma live que impedia qualquer tipo de comunicação.

“A gente não conseguia comentar, não conseguia fazer nada. Aí, entrou esse vídeo. Era o gestor financeiro falando ao vivo que a faculdade tinha decidido encerrar o ciclo em Cotia”
, comenta.

Segundo ele, o próprio coordenador do curso que enviou o link não sabia do conteúdo da reunião. “Ficamos chocados pela forma como foi feita a comunicação. Não houve possibilidade de diálogo, nada foi explicado antes. Quem mora em Cotia, se programou para estudar em Cotia. E como a gente vai se locomover assim em meio a pandemia? Tem gente que nem condições tem”, diz, indignado.

O QUE DIZ A FACULDADE

Em nota enviada ao Cotia e Cia, a direção da Estácio de Cotia informou que a movimentação está em linha com um processo natural de reorganização de unidades e com as diretrizes da instituição.

Disse também que os alunos poderão indicar o campus da instituição de sua preferência, na capital ou Região Metropolitana de São Paulo, que oferte o curso em andamento.

“É importante ressaltar que a transferência não causará qualquer prejuízo acadêmico para os estudantes e que todas as unidades da instituição têm uma infraestrutura capaz de receber, com conforto, os universitários”, informou.

A nota ainda reforça que a mudança vai permitir uma maior possibilidade de intercâmbio com colegas de outros cursos, “proporcionando uma vivência universitária mais completa”.

“Todos os campi da instituição contam com áreas de convivência, bibliotecas, salas de aula e laboratórios equipados, que vão proporcionar as condições necessárias para a realização das atividades acadêmicas.”

A faculdade esclareceu também que todas as orientações relativas à mudança de campus já foram comunicadas aos alunos, docentes e colaboradores. “A instituição reitera o seu compromisso com a educação e qualidade de ensino e se mantém à disposição dos estudantes para o esclarecimento de quaisquer dúvidas nesta nova fase”, finalizou.

Reportagem: Neto Rossi