Main Slider

Coordenador de escola estadual em Cotia morre de Covid-19 aos 39 anos

Rodrigo Andrade faleceu nesta terça-feira (2); ele trabalhou presencialmente na E.E Odair Pedroso até a semana passada, quando se afastou devido à doença

Rodrigo Andrade, 39, não resistiu aos sintomas da doença. Foto: Reprodução / Redes sociais


O coordenador da Escola Estadual Odair Pacheco Pedroso, em Cotia, Rodrigo Andrade, de 39 anos, morreu nesta terça-feira (2) em decorrência da Covid-19. Segundo a Apeoesp (sindicato dos professores do estado), ele trabalhou presencialmente até a terça-feira da semana passada, dia 23/02, mas se afastou devido à doença.

De acordo com professores da escola, Rodrigo se sentiu mal na terça passada e o resultado do exame veio positivo três dias depois. Ele faleceu em casa na manhã de hoje.

A direção da escola Odair informou que não haverá aula nesta terça. Em nota, a Apeoesp de Cotia lamentou o ocorrido e criticou a gestão estadual que, mesmo diante de vários casos de covid registrados nas escolas, segue com as aulas presenciais.

“Seguimos ainda mais indignados na luta para que o governo de São Paulo cancele a irresponsável política de aulas presenciais e para que o prefeito de Cotia incorpore as escolas estaduais no decreto”, diz trecho da nota.

O professor César Morales, que trabalhou com Rodrigo na E.E Zacarias, em Cotia, também se manifestou nas redes sociais sobre a perda do colega.

"Infelizmente, mesmo sem estrutura de segurança estava desenvolvendo atividades presenciais na escola. Rodrigo foi mais vítima dessa política irresponsável de Doria e Rossieli. Toda a solidariedade aos amigos e familiares."

A E.E Odair Pacheco Pedroso registrou mais de quatro casos de Covid-19 desde a retomada presencial. Confira a reportagem publicada em primeira mão pelo Cotia e Cia clicando aqui