Main Slider

Enem: Junto com Rio Branco da Granja Viana, Potencial Objetivo é destaque em Redação

Laboratório de redação, apoio pedagógico, critérios rígidos, incentivo à leitura e devolutiva de professores aos alunos estão entre fatores que fazem a diferença para os estudantes do Potencial desde o primeiro ano do Ensino Médio


Colégio Espaço Potencial Objetivo de Cotia tem segunda melhor nota de redação em Cotia. 
        

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi mais um dos eventos que teve data alterada por conta da pandemia do novo coronavírus. As provas que normalmente acontecem em novembro, acontecerão em janeiro e fevereiro de 2021. 

Com a mudança do calendário, os estudantes ganharam um novo fôlego. Ou um alento, uma vez que a pandemia também os afastou das aulas presenciais. Mas o foco dos que pretendem ingressar em um curso superior a partir do ano que vem não mudou. E o Enem é a porta de entrada para as principais faculdades e universidades públicas e particulares do Brasil. 

Quando se fala em Enem, maior parcela dos esforços dos estudantes se concentra na famigerada redação, que vale mil pontos e pode eliminar ou ser a responsável principal pelo seu ingresso no curso de seu sonho. 

Aprender bem a estrutura, e, depois, aprender a usar os repertórios de forma produtiva” é uma dica da estudante Lais Sousa, 18 anos, moradora de Cotia, que concluiu o Ensino Médio em 2019 e quase gabaritou na redação no exame de 2019; fez 940 pontos. 

Estudante Lais Sousa aprova correção puxada e diz que devolutiva de professores faz toda a diferença



Aluna do Colégio Espaço Potencial Objetivo, na região central de Cotia diz que fazia praticamente uma redação por semana. “Isso me ajudou muito a conseguir produzir com mais facilidade e em menos tempo”. 

Sua nota alta na redação somada às demais notas fez com que atingisse quase 800 pontos na nota geral e, desse modo, poderia ter conseguido entrar com folga nas principais universidades mas, ela disputa uma vaga no curso mais concorrido do Brasil, Medicina na Universidade de São Paulo e, por isso continua estudando, agora no cursinho pré-vestibular do Objetivo. 

As aulas da Marta (professora de redação) me ajudaram muito a saber e entender o que eu estava fazendo. As correções “puxadas” ajudaram e no final do ano, mesmo com essas correções rigorosas, os resultados já estavam sendo infinitamente melhores”, lembrou Lais que não se intimidava em pedir ajuda, perguntar, ficar além do horário na escola, frequentar plantões, usar o horário de intervalo, fazer de tudo para aprender mais e mais. “Isso fez muita diferença”. 

O Colégio Potencial Objetivo de Cotia obteve, em 2019, a segunda melhor nota de redação da cidade de Cotia. Com 755,45 pontos, perdeu apenas para o Colégio Rio Branco na Granja Viana. 

Para a professora Marta Medeiros, o bom desempenho de Laís e de muitos outros alunos que obtiveram notas altas na redação se deve há vários fatores que contribuem para o melhor aprendizado dos estudantes. 

Padrão de vestibular

Para o aluno para chegar no terceiro ano e arrebentar na redação, o preparo começa antes”, observa a coordenadora pedagógica do colégio Daniela Santos Machado. “O critério de correção das redações é detalhado desde o primeiro ano do ensino médio. O padrão adotado é o mesmo dos vestibulares. Segundo a coordenadora, os gêneros de escrita são de acordo com os principais vestibulares; narração e principalmente descrição que é mais exigido no Enem.

Não adianta chegar só no terceiro ano e fazer um intensivão de redação. Isso acontece, mas os alunos vão se acostumando desde a primeira série do Ensino Médio”, ressalta a coordenadora.

A professora Marta destaca o total apoio da direção, somado ao laboratório de redação e apoio da equipe de correção e revisão. “E estimular a leitura para que os alunos tenham bom repertório sociocultural. Sem preconceitos”, diz. Segundo ela é possível aprender e ampliar esse repertório com livros, filmes, séries, redes sociais, “tudo é possível nesse processo”.

Mas a palavra que define esse resultado para a professora Marta é “devolutiva”. “O colégio oferece devolutiva ao aluno, oferece retaguarda e assistência todo o tempo.” E isso se dá ao corrigir as redações, apontar os erros, tirar dúvidas, acompanhar o passo a passo. Além do estímulo à leitura sobretudo de temas atuais, importante para que o estudante tenha habilidade para dissertar sobre o que aparecer no Enem ou em outros vestibulares.

E seguindo o padrão de vestibular, “se houver alguma dificuldade em relação ao tempo, é bom começar desde já a fazer as redações com o tempo cronometrado!”, foi a dica da estudante Laís.

Atenção para o calendário do Enem 2020

Provas impressas: 17 e 24 de janeiro (5,7 milhões inscritos)

Prova digital: 31 de janeiro e 7 de fevereiro (96 mil inscritos)

Reaplicação da prova: 24 e 25 de fevereiro (para pessoas afetadas por eventuais problemas de estrutura)

Resultados: a partir de 29 de março

Postar um comentário

0 Comentários