Main Slider

Saiba como a Prefeitura de Vargem Grande Pta pretende arcar com as despesas do programa "Tarifa Zero"

Após o anúncio, muitos se perguntaram como que a Prefeitura da cidade conseguirá arcar com as despesas da operação.


A população de Vargem Grande Paulista não terá mais que pagar a passagem de R$3,70 para andar de ônibus no município. A Prefeitura lançou oficialmente na manhã desta quarta-feira (23/10), o programa “Tarifa Zero”, que começa a funcionar no próximo dia 5 de novembro. Com isso, a cidade será a primeira da Região Metropolitana de São Paulo a utilizar transporte público gratuito.

O programa foi apresentado pelo prefeito Josué Ramos, que explicou com detalhes como vai funcionar, custos e benefícios para empresários, comerciantes, imprensa, autoridades municipal e regional, além de representantes da sociedade civil. 

O Tarifa Zero será uma parceria entre a Prefeitura e iniciativa privada, que irá contribuir com uma taxa mensal referente ao que já é gasto com vale transporte. “Vamos contar com o apoio dos empresários que irão ajudar a subsidiar o transporte municipal, porém com um valor inferior ao que já gastam”, explicou o prefeito Josué Ramos.

Esta taxa será paga ao Fundo Municipal de Transporte e Trânsito Urbano (FMTU), criado pelas Leis Municipais Lei Municipal 1068/2019 e 1092/19) que tem como receita: dotações orçamentárias; multas de trânsito; taxa de transporte público de passageiros (empresas privadas); taxa de publicidade; publicidade em pontos de ônibus; entre outras.

O Programa começa a funcionar dia 5 de novembro. Para ter acesso, empresas e usuários terão 60 dias para se cadastrar no sistema e fazer um cartão, que deverá ser apresentado no momento de embarque do passageiro.

O programa é autossustentável, sendo que os primeiros 60 dias serão subsidiados integralmente pela Prefeitura e, posteriormente, pelas receitas do FMTU. Porém, as empresas começarão a pagar a taxa a partir de janeiro de 2020.

Para atender com mais dignidade e acessibilidade aos mais de 24 mil passageiros que utilizam o transporte público municipal, a Prefeitura também está ampliando a frota de 7 para 13 ônibus, e o número de linhas de 4 para 7. Além disso, um Terminal Urbano de Ônibus está sendo construído na região central da cidade, por onde irão passar as linhas a fim de integrar todos os bairros.

Veja abaixo todo o estudo apresentado no lançamento:
















Postar um comentário

0 Comentários