Main Slider

Cotia registrou dois casos de picadas de escorpião este ano

Hospital Regional de Cotia é referência no atendimento às vítimas.


De acordo com a Vigilância Epidemiológica de Cotia, a cidade teve dois casos de acidentes com escorpião, entre janeiro e 17 de outubro deste ano. Os casos foram anotados em Caucaia do Alto e no Jardim Sandra. Em Cotia, o Hospital Regional de Cotia é a unidade de referência para o atendimento de vítimas deste animal, já que conta com soros antiofídico (aracnídico, escorpiônico e lonômico/lagarta).

Os números da Epidemiológica mostram ainda que, em todo o ano de 2018, três moradores de Cotia foram picados por escorpiões e, em no ano anterior, uma pessoa foi vítima do artrópode. 

Com a chegada do calor, os acidentes com este animal são mais comuns. Se acontecer a picada, a pessoa deve limpar o local com água e sabão, fazer compressa morna, procurar atendimento médico e, se possível levar o escorpião (desde que a sua captura não leve muito tempo, pois a prioridade é atender a vítima). Importante não espremer o local da picanha e nem fazer torniquete (utilizado para barrar a circulação), água fria e gelo pioram a dor, portanto, não utilizar.

O morador que notar a presença de escorpião em sua casa, nunca deve tentar manipular com as mãos desprotegidas. O ideal é, em segurança, capturar o escorpião, colocá-lo em um frasco com tampa e entregar no setor de zoonoses. O animal será enviado para o Instituto Butantã para identificação do exemplar. Esta identificação é importante que se ter o mapeamento da prevalência daquela espécie em determinada região.

Postar um comentário

0 Comentários