Main Slider

Supermercado utiliza totens de autoatendimento ao invés do caixa tradicional

Na região já é possível pagar suas compras sem que precise passar pelo caixa.


Uma rede de supermercados que têm lojas na região está utilizando um sistema de caixa de autoatendimento, são totens em que o cliente não precisa de um funcionário para passar seus produtos e fazer o pagamento.

Por enquanto só é possível realizar o pagamento nos totens com cartão de crédito ou débito. Na unidade do Tijuco Preto a novidade está instalado a pouco mais de um mês e chama a atenção de quem faz compra no local.

Os clientes pegam os produtos nas prateleiras, leva até o autoatendimento, passa o código de barra e o sistema realiza a soma, depois o cliente tem que ensacolar e colocar em uma "balança" que é conhecido self checkout, que mede e confere o peso dos itens, só após isso o sistema libera o botão de pagamento, feito isso o cliente insere o cartão, coloca sua senha, se aprovado é impresso o cupom fiscal.

Vale lembrar que por enquanto todo o processo é acompanhado por um funcionário e a todo momento tem um ícone de ajuda na tela, se apertado imediatamente acende uma luz em cima do totem para que um funcionário vá até o autoatendimento.

Segundo o mercado ainda não houve problemas de furto de produtos "até o momento não aconteceu nenhuma ocorrência de furto, mas temos segurança e equipe para auxiliar o cliente com dúvidas".

Ainda segundo a empresa a modernidade foi bem vista pelos clientes "Foram vários feedbacks positivos, falando da modernidade e da praticidade que os caixas de auto atendimento oferecem." 

Além da unidade do Tijuco Preto visitada pelo Cotia e Cia lojas do supermercado São Roque têm os totens na loja de Ibiúna e na matriz em São Roque.

Sem funcionários, mercado funciona 24 horas em São Paulo


Apesar da novidade na região, na cidade de São Paulo é possível realizar compras sem contato com nenhum funcionário no final de março começou a funcionar no bairro do Itaim uma nova loja da Zaitt, um supermercado que funciona 24 horas por dia, sem atendentes, fila, caixas e outros aparatos de um mercado convencional.

Câmeras com sensores monitoram cada ação e reconhece quem está no local em tempo real. O esquema todo é muito simples: o consumidor baixa o aplicativo, recebe um código QR – uma espécie de chave de segurança, o escaneia na porta do mercado e tem sua entrada liberada.

Lá dentro, sem nenhuma intervenção humana é só escolher os produtos e fazer a leitura dos códigos de barra de cada um deles com a ajuda do celular. Ao final, o cliente confere a lista, paga e deixa o estabelecimento com suas compras – tudo feito pelo próprio consumidor de forma digital.

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Já é para tirar emprego .........por favor façam reportagem sobre falta de remédios nas farmácias dos postos de de de cotia

    ResponderExcluir