Main Slider

Estudo mostra que mulheres são mais cautelosas ao volante

Desconstruindo a frase "Mulher no volante, perigo constante".


Um recente levantamento do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre, o DPVAT, feito pela Seguradora Líder – administradora do DPVAT – mostra que a mulher vem desconstruindo a ultrapassada ideia de que ‘mulher no volante, perigo constante’ e respondeu por apenas 25% das indenizações pagas em 2017, contra 75% pagas a homens. 

São muitas as conquistas das mulheres que merecem ser destacadas neste 8 de março, e a conquista de espaço no trânsito, de forma segura, é uma delas. 

O estudo mostrou ainda, que em caso de morte, 18% do pagamento de indenizações do DPVAT foram por ocorrências com vítimas do sexo feminino, ante 82% masculino.

Postar um comentário

0 Comentários