Header Ads

Em Cotia, homens mais fortes do mundo participaram do Força Bruta

Pela segunda vez, competição de atletismo de força foi na cidade.


A arena do Força Bruta, montada na Praça da Matriz, em Cotia, ficou lotada na manhã deste domingo (13), para a realização da sétima edição da competição de atletismo de força, o strongman. Mais de 3.000 pessoas assistiram a vitória inédita do inglês Terry Hollands, apontado como principal favorito ao troféu de campeão. No entanto, Terry, que ganhou duas das três provas do evento, teve no sueco Johnny Hansson, vice-campeão, um adversário à altura, ao vencer a disputa intermediária. O norte-americano Eric Small foi o terceiro, enquanto o paulista Marcos Ferrari completou na quarta colocação.

"Foi uma competição incrível. Ótimos equipamentos e um público muito animado. A organização foi perfeita e me sinto honrado em ter participado do Força Bruta. Espero voltar na próxima edição para defender o título. Basta me convidarem. Tive ótimos dias aqui e não poderia estar mais feliz", comemorou Terry Hollands. 



"Prometi que teríamos fortes emoções nesta edição. Na minha melhor prova, a do levantamento de peso (dead lift), infelizmente meu corpo não aguentou e senti uma fisgada no peito e nas costas. Queria fazer dez repetições e encarava essa prova final como minha redenção. Estou satisfeito, porque o clima foi legal demais aqui em Cotia", destacou Marcos Ferrari.


O Força Bruta seguiu o formato das edições anteriores, com realização de três provas para a definição do campeão do torneio. Em cada fase o vencedor somava quatro pontos, enquanto os rivais somavam de três a um ponto. A primeira foi a medley, em um percurso 15 metros. Cada atleta arrastou correntes de 300 kg, voltou e trouxe a cangalha de 400 kg e, por último, teve que colocar a bola (atlas stone) de 130 kg em uma estante de 1,30 m de altura. Na disputa, Terry Hollands foi o mais rápido, seguido de Johnny Hansson, Eric Small e Marcos Ferrari.

A segunda prova foi a do barril, na qual cada competidor teve que jogar seis barris de 20 kg por cima de uma barra de cinco metros de altura. Johnny Hansson foi o mais veloz e terminou à frente de Terry Hollands, Eric Small e Marcos Ferrari, segundo a quarto colocados, respectivamente. Com isso, o sueco e o inglês abriram vantagem sobre os outros dois, com 7 pontos cada, com Hansson em primeiro no critério de desempate.

A competição foi definida no dead lift (peso morto), com a barra de 380 kg. Marcos Ferrari e Eric Small conseguiram completar duas repetições em um tempo máximo de 1min15. Aí foi a vez de Terry Hollands colocar pressão em seu adversário, ao fazer oito vezes o movimento. Depois de iniciar mal e deixar a barra cair, Johnny Hansson não conseguiu executar a ação e acabou concluindo o evento na segunda colocação, com oito pontos somados, contra 11 do inglês, que garantiu o título inédito.

Quer ver fotos exclusivas? Siga a gente no instagram.com/cotiaecia

Fotos: @RudneyOliveira

Nenhum comentário

Imagens de tema por Ollustrator. Tecnologia do Blogger.