Main Slider

Cotia está entre as cidades que podem ter surto de Dengue e Zica

Além de Cotia, Osasco e Itapevi também estão em alerta segundo o Ministério da Saúde.


Cotia, Osasco e Itapevi estão entre as 208 cidades brasileiras em situação de alerta para surto de dengue, zika e chikungunya, segundo o Ministério da Saúde.

O novo LIRAa – Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti foi divulgado na semana passada. Ele divide as cidades em três níveis de risco para possíveis surtos das três doenças, que são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. O LIRAa é dividido em três faixas, de 0 a 4%. As cidades onde o índice está acima de 3,9% são classificadas como de risco para surto. Nenhum município da região está nesse quadro.

Já entre 1% e 3,9% é o de alerta, caso de Cotia, onde o índice ficou em 1,7%; de Itapevi, com 1,1% e de Osasco, com 1,2%. Já a faixa abaixo de 1% é considerada de situação satisfatória. É nela que estão outros municípios da região. Jandira e Barueri estão bem perto do limite, com LIRAa de 0,9%. Já Carapicuíba registrou 0,2% .

Ainda no Estado, 42 cidades estão em risco de surto e 388 em situação satisfatória. O levantamento aponta ainda que a maior parte dos criadouros foi encontrada em depósitos domiciliares, como caixas d´água, seguidos por depósitos de lixo.

O ministério também divulgou boletins atualizados das três doenças em todo o País. Até 3 de dezembro, foram notificados 241.664 casos de dengue em todo o país, um pequeno aumento em relação ao mesmo período de 2017 (232.372). Foram registradas ainda 142 mortes. Quanto à chikungunya, foram notificados 84.294 casos, redução de 54% em relação ao mesmo período de 2017 (184.344). Houve também 35 óbitos. A zika somou 8.024 casos, redução de 53% em relação ao mesmo período do ano passado. A doença também causou 4 mortes.

*Com informações de WebDiário

Postar um comentário

0 Comentários