Header Ads

PM resgata idosos que sofriam maus-tratos em clínica clandestina na divisa de Itapevi com Cotia

A polícia descobriu o local após a denúncia anônima de um familiar. O estabelecimento cobrava até R$ 2 mil de cada paciente.


Nove pessoas – sendo dois idosos e sete usuários de drogas – foram resgatados pela Polícia Militar de uma casa de recuperação, onde estavam sofriam maus tratos. Eles foram encontrados, no local, abandonados. Uma das vítimas estava tão debilitada que precisou ser socorrida pelo Samu. O abrigo, que funcionava na Estrada Elias Alves da Costa, 5755, no bairro Quatro Encruzilhadas, na divisa de Itapevi com Cotia, o local foi lacrado pela prefeitura, porque também não tinha alvará de funcionamento. Há suspeitas de que o abrigo funcionava há cerca de um mês.

O flagrante aconteceu na noite de segunda-feira (31). A polícia teria recebido a denúncia de um idoso, que consegui fugir do local, e armou o flagrante. Mas, chegando ao local, não havia nenhum responsável ou funcionário. Já na manhã de terça-feira, agentes do Setor de Fiscalização de Posturas e da Vigilância Sanitária do município, com o apoio da GCM (Guarda Civil Municipal), efetuaram o lacre do estabelecimento por funcionamento sem alvará e também recolheram medicamentos vencidos, que possivelmente eram dados aos pacientes.

A polícia agora procura pelos responsáveis pela casa de recuperação. A prefeitura oferece assistência social às vítimas. Quatro delas já tiveram as famílias localizadas.

A Record TV também destacou o caso na manhã de hoje (2).


*Webdiário
Tecnologia do Blogger.