Header Ads

Prefeito e vice de Embu das Artes ficam inelegíveis

Eles recorreram e podem continuar nos respectivos cargos até análise de recurso.

A Justiça Eleitoral declarou inelegíveis por oito anos o prefeito e o vice-prefeito do município de Embu das Artes, nesta quarta-feira (11).



Desde antes de assumir o cargo, em dezembro de 2016, o prefeito Ney Santos (PRB) enfrenta uma investigação por envolvimento com o crime organizado e o tráfico de drogas. Ele chegou a pedir afastamento temporário do cargo, mas uma decisão favorável do Supremo Tribunal Federal (STF), manteve um habeas corpus concedido a ele.

Nesta quarta-feira (11), contudo, além de declarar o prefeito e o vice Peter Calderoni (MDB) inelegíveis, a Justiça determinou a cassação definitiva dos registros, diplomas e mandatos de ambos por abuso de poder econômico. A defesa recorreu e eles podem esperar o julgamento do recurso sem deixar o cargo.

Em 2010, Ney Santos já tinha enfrentado uma outra investigação. À época, a polícia apreendeu computadores, máquinas de contar dinheiro e uma Ferrari avaliada em mais de R$ 1 milhão em endereços dele.

*G1
Imagens de tema por Ollustrator. Tecnologia do Blogger.