Header Ads

Rádio Cidade (87.5fm) é obrigada a paralisar atividades em Cotia

Prefeitura notificou sobre irregularidades no prédio da emissora; Diretor diz tratar-se de "Perseguição Política".

Representantes da rádio comunitária de Cotia, Rádio Cidades  (87.5fm), receberam uma notificação da Secretaria Municipal de Indústria e Comércio sobre algumas “irregularidades” e foram obrigados a paralisar os trabalhos nesta segunda-feira (5).


Segundo a notificação por falta a do auto de vistoria do Corpo de Bombeiros e da licença de funcionamento, as atividades tiveram de ser paralisada imediatamente, sob pena de lacração e multa.

No entanto, no mesmo prédio onde funciona a rádio, existem outros comércios e residências, mas nenhum deles receberam tal notificação. Por esses motivo, o diretor-secretário da emissora, Dr Sílvio Cabral, disse que a paralisação trata-se de "perseguição política".

Eles querem calar os programas Verdade de Saia, da Carolina Rubinato, e o Folha de Cotia, o qual eu apresento. São dois programas que fazem críticas contundentes ao modelo de gestão do município, mostrando a realidade da cidade. Para mim se trata de uma perseguição política. Nosso interesse é trazer a população para o debate. Mas a gente percebe que o interesse do governo é justamente o contrário: deixar o povo desanimado e afastado do debate sobre a cidade”, declara Cabral.

Sobre a documentação solicitada, a direção da emissora, em nota, informou que está tomando as medidas cabíveis, "a documentação referente às mudança de endereço e à licença de funcionamento, até a efetivação destas ficará com sua programação ao vivo paralisada". 

O programa diário da Folha de Cotia informou que vai continuar realizando as transmissões, desta vez através do Facebook do jornal. Além disso a partir de hoje, o Cotia e Cia também transmitirá o programa na pagina do jornal Cotia & Cia.

*Folha de Cotia.
Imagens de tema por Ollustrator. Tecnologia do Blogger.