Header Ads

Motoristas reclamam do trânsito e da falta de alternativas à Raposo Tavares!

Rodovia não acompanhou crescimento da Granja Viana, em Cotia. Motoristas dizem que falta transporte público para deixar de usar carro.

Um trecho da Rodovia Raposo Tavares, próximo à Granja Viana, na Grande São Paulo, foi eleito um dos piores gargalos de trânsito pelos telespectadores do SPTV  da Globo na internet. Segundo eles, a rodovia virou uma grande avenida, sem opções de rota de fuga. O professor universitário Rodrigo Marcos de Castro pega a Raposo e detalha, de quilômetro por quilômetro, onde o trânsito para. “Na saída do Rodoanel, o pessoal trava bastante o trânsito. Mais à frente tem a saída da Escola Politécnica e também que trava um pouco, sentido contrário é mais pela manhã”, conta.

Faz mais ou menos um ano que o professor se mudou de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, para a Granja Viana, em Cotia. Ele ainda trabalha no mesmo lugar, na Zona Sul de São Paulo. “Vim para cá procurando qualidade de vida, realmente quando eu chego em casa eu encontrei, mas para chegar até em casa está judiando bastante”, reclama. Os congestionamentos na Raposo Tavares aumentaram junto com a população da Granja Viana. Os condomínios surgiram no fim dos anos 70 e, com o passar do tempo, vieram também o shopping e outros centros comerciais menores. Todo o entorno se desenvolveu muito, mas a rodovia não acompanhou o crescimento.

Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), do km 10, logo na saída de São Paulo, até o km 20, perto do Rodoanel, passam por dia mais de 183 mil veículos. Depois diminui um pouco, mas até o km 32, depois da entrada para a Granja Viana, o tráfego diário ainda fica acima dos 144 mil veículos.

Os motoristas que usam a Raposo dizem que é difícil abrir mão do carro porque há pouco transporte público. Rodrigo adoraria não ter que dirigir. “Adoraria um dia deixar o carro em casa, de fim de semana pegar o carro e de semana deixar o carro em casa”, diz.

*Globo/G1
Tecnologia do Blogger.