Main Slider

Eleições 2020: Pela primeira vez, vereadores não poderão concorrer por coligações

Vereadores são eleitos de forma proporcional, saiba como funciona.


Nas Eleições Municipais de 2020, pela primeira vez, candidatos ao cargo de vereador não poderão concorrer por meio de coligações. O fim das coligações na eleição proporcional foi aprovado pelo Congresso Nacional por meio da reforma eleitoral de 2017. Com isso, o candidato a uma cadeira na câmara municipal somente poderá participar do pleito em chapa única dentro do partido ao qual é filiado.

Na eleição proporcional, é o partido que recebe as vagas, e não o candidato. No caso, o eleitor escolhe um dos concorrentes apresentado por um partido. Estarão eleitos os que tenham obtido votos em número igual ou superior a 10% do Quociente Eleitoral (QE), tantos quantos o respectivo Quociente Partidário (QP) indicar, na ordem da votação nominal que cada um tenha recebido.

Exemplo em Cotia:

Conforme dito anteriormente, o vereador é eleito pela forma proporcional. O quociente eleitoral é a quantidade de votos válidos dividido pela quantidade de vagas disponíveis na câmara municipal que no caso de Cotia é 15.

Cotia tem 174.356 eleitores aptos a votar neste ano. Digamos que 130.000 eleitores escolham um candidato a vereador (aqui exclui-se os votos brancos, nulos e abstenções), logo o quociente eleitoral será de 8.666 votos (quantidade de votos válidos dividido por 15).

Neste exemplo, o candidato a vereador em Cotia terá que ter, obrigatoriamente, no mínimo 866 votos (10% do quociente eleitoral) para ter chance de ser eleito. Essa regra não existia nas últimas eleições.

Entendido isso, o partido para eleger 1 vereador terá que obter pelo menos 8.666 votos neste exemplo,  atingindo esse número o partido tem 1 cadeira, sendo ele destinado ao mais votado do partido. Caso o partido, junto com seus candidatos não atinjam o quociente eleitoral, tal partido não consegue uma vaga na câmara, mesmo que um de seus candidatos seja  o mais votado da cidade. Por isso em algumas situações, um candidato com menos votos é eleito e um com mais votos não.

Esse exemplo, apesar de ser realista é apenas um exemplo, os números exatos só são conhecidos na apuração de votos.

Postar um comentário

0 Comentários