Header Ads

Carreiras: Aprenda a melhorar seu currículo em 10 passos.

Antes de começarmos, lembre-se que para melhorar um currículo não é necessário inserir o maior número de informações possível. Pelo contrário, é necessário otimizá-lo com o que você possui de melhor.

Primeiramente, é importante ressaltar que cada currículo deve receber um tipo de tratamento, uma vez que seu formato está relacionado com o perfil do profissional e com seus objetivos.

Para iniciar o trabalho pense: ‘o que tenho’ e ‘qual o meu objetivo’.

1. Coloque as experiências, os cursos e sua formação (escolaridade) – Dê atenção especial a estas informações e só então coloque os cargos ou áreas que pretende atuar ou seguir carreira.

2. Faça uma pequena apresentação – Coloque suas melhores características profissionais e pessoais, mostrando suas habilidades e os cargos pretendidos. Coloque cada cargo ou habilidade como uma palavra-chave. Exemplo: “Analista, Programador, experiência com desenvolvimento, etc.”

3. Escolaridade – Sua experiência não valerá muito se seu currículo não possuir as informações básicas sobre sua escolaridade como curso, instituição e conclusão.

4. Experiência profissional – Comece a otimização do seu currículo por aqui. Alguns dados como os relacionados a experiência profissional nunca devem ser omitidos ou camuflados. O nome da empresa, as datas de entrada/saída, por exemplo, devem sempre estar claros. O mesmo vale para seu emprego atual.

5. Cargo – Especificar um cargo é mais fácil na carteira de trabalho do que em um currículo. Isto porque, independente do tamanho da empresa que atue, é pouco provável que o profissional exerça apenas uma função. O ideal é colocar algo que o diferencie e que você queira dar importância, utilizando sempre as palavras-chave. Um desenvolvedor, por exemplo, pode atuar em várias áreas, Web, Software, Sistemas, enfim, tente ser claro e específico com o que exerce ou exerceu em outro emprego. Por exemplo: “Desenvolvedor de Sistemas Web com PHP”. Palavras – chave: Desenvolvedor, Sistemas, Web e PHP.

6. Funções – Detalhe suas tarefas pensando também nas palavras-chave. Exemplo: “Trabalho com desenvolvimento de sites e sistemas para Web utilizando PHP…”. Mas imagine que mais de uma pessoa coloca isso em seu currículo. Para evitar semelhanças demais entre seu currículo e de outra pessoa, vamos partir então para a parte avançada da otimização: os diferenciais. Um fator relevante em seu currículo e que pode ser importante ao concorrer a uma vaga são as ferramentas que tem conhecimento. Exemplo: “Em todo desenvolvimento que realizo utilizo o framework Zend.”. Tente colocar o máximo de conteúdo interessante para sua apresentação. Vale lembrar que não é para escrever um texto grande e nem com pontos desnecessários, como por exemplo, citar ‘programação em HTML’ uma vez que esta informação está implícita já que você programa em PHP. Repita estes passos ao preencher todas as suas experiências profissionais.

7. Cursos – Além do básico, que é a duração/período, mais uma vez não vamos apenas colocar o nome do curso, mas possíveis vertentes. Por exemplo, imagine que tenha feito o curso de ‘WebPublishing’. Substitua-o por um nome mais amigável como ‘Desenvolvimento de Sites’, com as ferramentas (softwares) utilizados. (Flash, Photoshop, etc).

Quem possui poucos cursos e formações pode colocar no currículo todos eles. Aqueles com muitos devem fazer um resumo com apenas o que for relevante, baseado nas suas expectativas. Um programador, por exemplo, não precisa colocar ‘conhecimento em Excel’ pois isso não fará a mínima diferença. Mas para um Gerente de Projetos ‘Excel avançado’ é um requisito fundamental.

8. Idiomas – Seja objetivo! Ou você sabe ou não sabe uma língua estrangeira. Não corra o risco de passar vergonha. Caso tenha algum diferencial coloque-o. Exemplo: “Inglês fluente. Inclusive morei em 2 meses em outro país”. Vale à pena.

9. Dados pessoais – Esta é uma parte muito importante no currículo. Neste caso, tome cuidado com dados irrelevantes como CPF, recados, vários telefones, etc.

10. Revisão – Após terminar a otimização de seu currículo, passe para alguns amigos e peça para que estes opinem. Para quem utiliza o CVU.VG fazer isso é mais simples ainda. Basta que você envie o endereço da sua Mini-URL.

Estas foram algumas dicas de como melhorar seu currículo.

Por:CEVIU
Tecnologia do Blogger.