Header Ads

Empresários de Cotia, dizem estar há seis dias sem luz

Em Cotia, na Grande São Paulo, empresários revelam que estão há seis dias sem luz. A Rua Iris Memberg, na Vila Jovina, tem mais de 10 indústrias. Quem trabalha na região afirma que a falta de energia é uma constante.

“A gente fez todo planejamento para que pudesse estar aqui com toda equipe dia 2, inclusive no final de semana. Tudo que nós tínhamos planejado realmente foi por água abaixo, um grande presente de grego”, lamenta o dono de empresa Fernando Borsatto.

Os empresários da região acreditam que o problema seja em um dos transformadores da rua. Só na indústria de Borsatto, que produz matéria prima pra tratamento de água, o prejuízo nas contas chega a R$ 200 mil. Ele diz que por conta da demora no atendimento, foi necessário instalar um gerador.
“Nessa última noite a gente decidiu colocar um gerador porque não temos nenhuma expectativa da Eletropaulo para retomar a energia em um curto prazo de tempo", explica.

Em uma fábrica de caixas também de Cotia, 13 máquinas estão sem funcionar. O proprietário dispensou os empregados e está deixando de produzir aproximadamente 6 mil peças por dia desde segunda-feira (5).

Sérgio Fernandes, dono do negócio, também critica o atendimento da Eletropaulo. “Falam até meia-noite, a gente deixa uma pessoa esperando e não vem, (falaram) até as 6h, e não veio ninguém”, conta Fernandes.

Por conta dos temporais que atingiram São Paulo nos últimos dias, 60 mil clientes da Eletropaulo ainda estão sem energia. O vice-presidente de operações da empresa, Sidney Simonaggio, afirma melhora no atendimento depende de tecnologia. Demanda elevada sobrecarregou o sistema.

“Nós procuramos mudar isso exatamente aumentando a capacidade do nosso sistema de receber essas informações. Nesses momentos de grandes desligamentos, não se consegue ter e não há no mundo um Call Center que consiga ouvir um pico de chamada que chega a ser 200 vezes maior do que um dia normal de atendimento", justifica Simonaggio.

*DO G1
Tecnologia do Blogger.