Header Ads

Estado de São Paulo acaba com radar móvel nas rodovias

As rodovias do estado de São Paulo não serão mais monitoradas por radares móveis. Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), anunciou que não vai renovar o contrato as empresas que operavam 42 equipamentos desse tipo, ao passo que outros 72 radares operados pelo DER serão retirados das vias.

Mas isso não quer dizer que o policiamento nas estradas do estado vai afrouxar. O DER vai contratar mais 425 radares fixos, dos quais 114 serão lombadas eletrônicas, com registro digital da velocidade. O objetivo do departamento é dar total transparência à fiscalização.

Paralelo a desativação dos radares móveis, o DER recebeu 100 novos equipamentos manuais de monitoramento, que ficam em poder dos policiais rodoviários nas viaturas. Esses radares também têm dispositivos que fazem a leitura automática de placas.

Uma resolução lançada em 2011 pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) determina que os equipamentos de fiscalização estejam sempre visíveis. A decisão, porém, só virou regra depois que a Justiça anulou multas aplicadas por radares ocultos.

Essa mudança na regra também obrigou as concessionárias que controlam as rodovias a tornarem visíveis os radares fixos instalados na estrutura de viadutos, passarelas de pedestres e pontilhões. Esses equipamentos foram remanejados para postes à beira da pista.

*CenarioMt
Tecnologia do Blogger.