Header Ads

Acusado de estuprar gêmeas em Ibiúna é preso em rodoviária tentando fugir!

Foto de objetos reconhecidos no celular do acusado.
A Polícia Civil de Ibiúna prendeu hoje em Sorocaba, o terceiro acusado de estuprar duas irmãs gêmeas. O representante comercial de 45 anos, estava foragido e foi preso na rodoviária, tentando embarcar para a cidade de Registro. Os outros dois acusados, a esposa e comerciante de 36 anos e um professor de boxe de 37 anos, já tinham sido presos dias 8 e 9 de abril, em Itapeva. O caso teria ocorrido em novembro de 2012. Segundo o delegado Fabrício Lopes Ballarini, os três acusados formavam um trio amoroso. Ambos são de Itapeva e teriam ido para Ibiúna para montar uma academia de boxe. Eles alugaram uma casa no bairro rural, o mesmo onde morava o pai da comerciante com a madrasta e duas filhas gêmeas de 3 anos.

O trio teria ficado nessa casa por três meses. Durante esse período, a comerciante, costumava levar as gêmeas, (irmãs por parte de pai) para passear. De acordo com o delegado, ela aliciava as meninas com presentes, roupas e alimentos. Depois de ganhar a confiança das meninas e do pai, as crianças começaram a passar a noite da casa da irmã, onde ela morava com os dois companheiros. Nessa ocasião, o representante comercial abusou das gêmeas. Com o celular dele, a comerciante gravou as cenas em que o companheiro passava a mão nas meninas e recebia sexo oral.

O cartão de memória do celular com tais imagens foi enviado anonimamente para o Conselho Tutelar de Itapeva, que fez prévia investigação e em contato com a Polícia Civil de Ibiúna, confirmou o caso. As imagens foram encaminhadas para a perícia que atestou a identidade do representante comercial.

No dia 27 de março, policiais seguiram até acasa das vítimas e em conversa com os pais e as meninas, confirmaram o abuso sexual. A camiseta visualizada nas imagens, bem como a chupeta, foram encontradas na residência. Os pais disseram que não suspeitavam porque se tratava da irmã das vítimas. Eles contaram à Polícia que em dezembro de 2012, as crianças se queixaram de assaduras nas regiões íntimas e chegaram a passar por atendimento médico.

Após o relato das vítimas, foi decretada a prisão dos três acusados. No dia 8 de abril, o lutador de boxe foi preso em Itapeva. No dia seguinte, a comerciante e irmã das vítimas também foi presa em Itapeva. Foram cumpridos mandados de busca no local e apreendidos celulares e computadores. Todo o material foi encaminhado para a perícia.

O terceiro acusado estava foragido desde então. Durante este tempo ele teria ido para o litoral, Mato Grosso, Paraná, Botucatu e Jaú, de onde veio para Sorocaba e pretendia seguir para Registro. Ele foi preso às 13h15 na rodoviária de Sorocaba no momento em que tentava embarcar. Ele foi interrogado e confessou o crime.

Ballarini acredita que eles possam ter cometidos crimes semelhantes que devem ser investigados. Os dois acusados estão na Cadeia Pública de Pilar do Sul e a mulher, na Cadeia Feminina de Votorantim. Os três vão responder pelo crime de estupro. O nome dos acusados não foi divulgado para que as vítimas não fossem identificadas.

Fonte:Cruzeiro do Sul.inf
Tecnologia do Blogger.