Header Ads

Moradores se revoltam mas IPTU aumenta até 375% em Cotia!

Alta média do imposto foi de 15%, mas houve reajustes maiores em várias áreas, da Granja Viana à periferia; prefeitura alega revisão da planta genérica.

Moradores de Cotia estão revoltados com o aumento do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). Baseado em dois indicadores - Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que foi de 5,42%, e atualização da Planta Genérica do Município, de 9,09%, que levou em conta a valorização dos imóveis -, o reajuste médio neste ano foi de 15%.

Mas, para alguns, chegou a 375%. Outras variações de "apenas" 50% ou 100% pegaram de surpresa diferentes bairros, dos condomínios da Granja Viana à periferia.

A prefeitura alega que "a Planta Genérica de Valores de Cotia não era revisada desde 1998, fato que resultou em grande defasagem". E nega que moradores foram pegos de surpresa. "Munícipes começaram a receber comunicado sobre o recadastramento dos imóveis por ocasião do lançamento do IPTU de 2011, reiterado no lançamento de 2012."

Em 5 de dezembro, vereadores aprovaram a Lei Complementar 165, que atualiza a Planta Genérica. "Se a Câmara aprovou, não há o que discutir", diz o tributarista Raul Haidar. "Agora, o certo é fazer sempre a correção para não dar um salto absurdo ou acarretar erros na base de cálculo."

Para Rafael Paschoarelli, da USP, 15% são exagero. "Por que não fazer uma média entre os dois indicadores (IPCA e planta genérica), em vez de somá-los?"


Do Estadão
Tecnologia do Blogger.