Header Ads

Professores da rede municipal começam reposição de aulas em Cotia

Até o dia 28 de outubro, todos os funcionários da Educação municipal de Cotia que aderiram à greve em março deste ano terão que concluir o cronograma de reposição de aulas. A reposição, conforme previsto na Portaria 1.421/2017, começou no sábado (5/08) e será feita por cada servidor de acordo com o período em que ficou em greve, ou seja, quem paralisou as atividades por dois dias, repõe as aulas em dois sábados.


O Conselho de Escola aprovou os planos de reposição de cada unidade e os responsáveis pelos alunos recebem informações sobre estes planos por meio de bilhetes, reuniões e cartazes”, explicou o Secretário da Educação, André Vasques. Ele reforçou que é imprescindível a presença dos alunos nas aulas de reposição, pois será aplicado o conteúdo perdido.

Durante a reposição das aulas, as unidades escolares contam com o quadro de funcionários necessário ao seu pleno funcionamento. “Um membro da equipe gestora fica responsável pela organização e acompanhamento da escola neste dia”, salientou o secretário. De acordo com o plano de reposição homologado pela Secretaria Municipal de Educação, as Unidades Escolares desenvolverão atividades regulares de aula ou eventos educacionais com controle de frequência dos alunos. O horário poderá ser alterado conforme o plano de reposição.

Em julho, o prefeito Rogério Franco se reuniu com cerca de 230 profissionais da Educação para falar sobre algumas reivindicações da categoria e da reposição. À época, o prefeito anunciou a liberação do pagamento dos dias paralisados e reforçou a obrigatoriedade da reposição, sob pena de ter o dia descontado novamente na folha de pagamento.

Será feito o pagamento de benefícios atrasados. Em março, no primeiro semestre, a prefeitura liquidou R$ 1,2 milhão em benefícios para a categoria e, até o final do ano, pagará mais R$ 6 milhões.
Tecnologia do Blogger.