Header Ads

Mobilização por aumento real chega às fábricas de Cotia e Vargem Grande Paulista

Foto da assembleia na Demag / Eduardo Metroviche
A manhã desta quarta-feira, 16, começou com mobilização nas fábricas de Cotia e Vargem Grande Paulista. Cerca de 4 mil metalúrgicos de empresas como Delphi, Demag, Multivisão, Shunck, Sarco, Protec, Onnix participaram das assembleias convocada pelo Sindicato para informar sobre o andamento da Campanha Salarial.

Na assembleia, os trabalhadores ficaram sabendo que até agora não há propostas satisfatórias. Diante disso, os dirigentes sindicais deram o prazo para que até 27 de outubro as negociações avancem. “Caso contrário, vai começar greve por tempo indeterminado em todas as empresas metalúrgicas cujos grupos patronais mantiverem essa postura em relação aos trabalhadores”, adianta o presidente do Sindicato, Jorge Nazareno.

Pauta - Com as assembleias de hoje, o Sindicato contabiliza aproximadamente 17 mil metalúrgicos dispostos a greve por aumento real, valorização do piso salarial, 40 horas semanais, fim das terceirizações, renovação e ampliação dos direitos da Convenção Coletiva.

Essa é a terceira semana do mutirão de assembleias. Desde o último dia 2, já aconteceram assembleias em fábricas de Taboão da Serra, Embu das Artes, Osasco e Alphaville.

Campanha unificada - O Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região participa da Campanha Salarial unificada em conjunto com a Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo, que reúne cerca de 800 mil trabalhadores, cuja data-base é em 1º de novembro.
Tecnologia do Blogger.