Header Ads

Justiça determina arresto de bens da H-Buster!

A 1ª Vara do Trabalho de Cotia determinou na terça-feira, 23, o arresto dos bens da fabricante de eletroeletrônicos H-Buster. A medida cautelar foi concedida em atendimento a solicitação do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região, diante do atraso do pagamento dos salários do mês de março dos quase 900 trabalhadores da unidade de Cotia.

A decisão do Juiz Federal do Trabalho, Gabriel Lopes Coutinho Filho determina o levantamento e penhora de máquinas, automóveis, marca e demais tipos de bens (inclusive imateriais e recebíveis) da empresa pelo prazo de 30 dias.

O arresto é uma medida cautelar que visa a conservação de bens patrimoniais para assegurar que a empresa faça o pagamento em dinheiro de suas obrigações; no caso, os salários atrasados.

A empresa possui uma planta em Cotia e outra em Manaus, onde trabalham 1.600 pessoas.

Greve – Os metalúrgicos da H-Buster estão em greve desde 8 de abril, quando souberam em assembleia realizada pelo Sindicato que a empresa tinha tido seus recursos financeiros bloqueados por um banco. Tal situação, de acordo com a empresa, inviabilizara o pagamento dos salários de março.
Tecnologia do Blogger.