Header Ads

Eleições 2016: MP de Cotia abre inquérito civil por conta de falta de acessibilidade em escolas

O Ministério Público de Cotia, na grande São Paulo abriu um inquérito civil eleitoral por conta de algumas escolas da cidade não ter acessibilidade para receber eleitores com deficiência física ou mobilidade reduzida no pleito de 2016.

Segundo o inquérito 120/2016 as escolas estaduais Profª Erotides Aparecida de Oliveira Silva , Sidrônia Nunes Pires, Ernesto Caetano de Souza; bem como as escolas municipais ANdressa Soares Gomes, Benedita Vaz Pedrosa de Albuquerque, Profº Samuel da Silva Filho (Mirante III) não possuem acessibilidade e não firmaram compromisso para isso até abril de 2016.

Tendo em vista a dificuldade que os eleitores com deficiência terão nas escolas mencionadas o promotor de justiça Doutor Ricardo Navarro Soares Cabral anexou ao inquérito o pedido de ampla divulgação do prazo para que esses eleitores solicitem a transferência da seção eleitoral, bem como também fixar avisos no próprio cartório eleitoral.

04/05/16 é o último dia para o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida solicitar sua transferência para Seção Eleitoral Especial. Mais informações podem ser colhidas no Endereço: Av. Prof. Joaquim Barreto, 710 - Centro, Cotia - SP, 06700-170.
Tecnologia do Blogger.