Header Ads

CAF/Ctrens decretam greve por plano de cargos e salários

Os trabalhadores estão organizados e só vão retornar ao trabalhado com implantação de um acordo que beneficie a todos.


Como informamos ontem na manhã desta quinta feira (29) os metalúrgicos da Caf/Ctrens decretaram greve, para cobrar a implantação de um plano de cargos e salários. A empresa presta serviço de manutenção para os trens das linhas 8 (Diamante) e 9 (Esmeralda) da CPTM (Companhia de Trens Metropolitanos).

Durante assembleia os trabalhadores rejeitaram a proposta feita pelas empresas, que propuseram fazer mudanças apenas nas nomenclaturas dos cargos, mas sem alteração de salários da maioria dos trabalhadores.

De acordo com os metalúrgicos, ao longo do dia, em média 15 trens param na oficina para passar por correções. Isto significa que hoje estes veículos não passarão pelos devidos reparos rotineiros.

Para o diretor do Sindicato Marcos Roca, a mobilização dos trabalhadores é necessária. “Os trabalhadores estão organizados e só vão retornar ao trabalhado com implantação de um acordo que beneficie a todos. As empresas informaram que vão recorrer ao tribunal”, explicou.

Pauta antiga – As empresas haviam assumido compromisso de negociar o plano de cargo e salários desde 2012, quando a greve de PLR (Participação nos Lucros e Resultados) terminou nos tribunais. “A negociação já está se arrastando há anos, por isto que chegamos a este ponto”, avaliou um metalúrgico.

Outro trabalhador explica que “se a empresa tivesse cumprido com o que prometeu não estaríamos em greve. Não estamos parados por brincadeira. Somos profissionais e queremos reconhecimento”, enfatizou outro companheiro.

*Sindmetal
Tecnologia do Blogger.