Header Ads

Sorocabano, da falso alarme de bomba em avião e é preso nos EUA

Um Sorocabano que mora nos Estados Unidos foi preso na última quinta feira (9), em um aeroporto após ser identificado como o autor de mensagens eletrônicas com supostas ameaças de derrubar um avião da TAM que decolaria para Brasília.

Dois dias antes da data do voo, o brasileiro enviou e-mails à TAM e à polícia de Miami indicando a existência de uma bomba em um avião da empresa que partiria da cidade americana para Brasília em 10 de janeiro. "O avião não deve decolar. Alvo. Vai cair. Represália. A carga é perigosa. Estejam avisados", dizia a mensagem.

À dois anos nos EUA, onde foi estudar publicidade na Universidade de Montclair, em Nova Jersey, o estudante foi preso ao desembarcar de Nova York para tomar em Miami o mesmo voo a que se referira nas mensagens. Ele viajaria para o Brasil para renovar o visto de permanência nos EUA.

A polícia identificou Cruz após rastrear a origem dos e-mails. No momento em que ele enviava um deles de um computador da faculdade onde estuda, uma câmera gravou a imagem do rapaz. Outro e-mail foi envidado da casa dele. Ao ser detido no aeroporto, o brasileiro teve a bagagem revistada, mas nada foi encontrado. A aeronave foi liberada para levantar voo rumo ao Brasil.

Com família em Sorocaba, no interior de São Paulo, o estudante deve responder por ameaça à segurança do transporte aéreo e pode ser condenado a até cinco anos de prisão e multa de 250 000 dólares, mesmo considerando que a ameaça era falsa, segundo a procuradoria responsável pelo caso.

*Estadão
Tecnologia do Blogger.