Header Ads

Professora que dava aula na Granja Viana é baleada e está em estado grave

Reprodução/Globo
A professora Adriana Pesqueira de Freitas Galvão César, de 38 anos, que foi baleada dentro do carro após uma tentativa de roubo, na região do Butantã, na manhã desta quarta-feira (4), segue em estado grave.

Após ser baleada, ela foi levada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (Samu) para o Pronto-Socorro do Hospital Universitário, onde foi internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
No meio da tarde, a vítima foi transferida para o Hospital Leforte, onde permanecia em estado grave e passava por avaliação. Segundo a família, ela deve passar por cirurgia para retirar a bala, que ficou alojada na coluna.

A professora tinha saído de casa na Vila São Francisco e ia para o colégio em que trabalha na Granja Viana, em Cotia quando foi abordada pelos criminosos na Rua José do Patrocínio Waetge, perto da Avenida Escola Politécnica. Eles queriam levar o carro da professora. A polícia acredita que ela tentou fugir acelerando o carro. Os assaltantes deram um tiro em seu pescoço e fugiram. Por meio de nota à imprensa, a direção do Colégio Rio Branco - unidade Granja Vianna lamentou "imensamente o ocorrido" e informou que está "prestando todo o suporte e apoio à vítima e sua família".

"A professora Adriana, que há 16 anos leciona na instituição, é uma profissional dedicada, especial e muito querida, tanto por seus alunos quanto pelos colegas e pela direção da escola, desempenhando um importante papel no Colégio Rio Branco e na sociedade, como educadora e cidadã. Adriana Pesqueira encontra-se hospitalizada e deve ser operada ainda hoje (quarta-feira). Desejamos a ela uma boa recuperação e retorno às suas atividades o quanto antes, e que os órgãos públicos e autoridades responsáveis possam fazer o melhor trabalho em prol da justiça, com relação aos agressores, e por uma maior segurança para todos nós", completou o comunicado.

*G1
Tecnologia do Blogger.